Morte

Morre Roberto Elísio, condenado por agredir a mãe de 84 anos

Condenado a 20 anos de prisão, bacharel em Direito morreu após passar mal na Penitenciária de São Luís.
Imirante.com24/09/2018 às 19h50
Morre Roberto Elísio, condenado por agredir a mãe de 84 anosRoberto Elísio havia sido condenado a 20 anos de prisão após agredir a mãe de 84 anos. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Morreu na tarde desta segunda-feira (24), em São Luís, o bacharel em Direito Roberto Elísio Coutinho de Freitas, de 53 anos, que foi preso após a divulgação, em redes sociais, de vídeos onde aparece agredindo a mãe Joseth Coutinho Martins de Freitas, de 84 anos, portadora da doença de Alzheimer.

Relembre o caso: Homem agride a própria mãe de 84 anos em São Luís; vídeo revolta população da capital

Filho que agrediu mãe idosa, em São Luís, é denunciado pelo crime de tortura

Justiça mantém prisão do bacharel em direito flagrado agredindo a mãe idosa de 84 anos

Juíza nega internação a agressor da própria mãe

Roberto Elísio faleceu no Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2), onde estava internado desde a noite da última sexta-feira (21) após passar mal na prisão.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) comunicou que Roberto Elísio estava recluso em cela apropriada a internos com curso superior, na Penitenciária Regional de São Luís (PRSLZ), onde teve um ‘mal-estar’, e foi verificada a necessidade de atendimento médico, procedimento este realizado prontamente pela segurança interna prisional.

Roberto havia sido condenado a 20 anos de prisão, pelos crimes de tortura qualificada, maus-tratos físicos e psíquicos, retardar ou dificultar a assistência à saúde de pessoa idosa e apropriação indevida de rendimentos e bens de pessoa idosa.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.