Ação policial

Homens são presos suspeitos de fabricarem e venderem armas para facções criminosas

Antônio Evangelista, Eder Rodrigues e Wenderson Silva fabricavam e vendiam armas para facções criminosas da zona rural de São Luís.
Imirante.com / com informações da PM11/09/2018 às 09h18
Homens são presos suspeitos de fabricarem e venderem armas para facções criminosasSuspeitos foram apresentados na Delegacia da Cidade Operária. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS – Três homens foram presos, no bairro Vila Guará, próximo ao Maracanã, suspeitos de fabricar e vender armas, na zona rural de São Luís, na noite dessa segunda-feira (10), por equipes da Polícia Militar.

Segundo informações da polícia, os três homens, identificados como Antônio Evangelista dos Santos, Eder Rodrigues Porto e Wenderson Silva e Silva, foram avistados pelos policiais, em um carro, com atitudes suspeitas. Ao avistaram a guarnição, os suspeitos tentaram fugir, mas os policiais conseguiram detê-los.

Após revista no veículo, foi encontrada uma arma de fogo calibre 12, além de um facão e um cartucho intacto. A polícia constatou, ainda, que os suspeitos formavam uma organização criminosa que fabricava e vendia armas de fogo para facções criminosas dos bairros da BR-135.

Diante dos fatos, os três suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos, sem lesões corporais, para a Delegacia da Cidade Operária (Decop), para receberem as medidas cabíveis.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.