De catador a cantor

Jovem impressiona com talento musical

Cesar Marttins saiu do interior do Piauí em busca de oportunidades em SL.
Neto Cordeiro/Imirante.com27/06/2015 às 07h00
Foto: Neto Cordeiro/Imirante.com

SÃO LUÍS – Aos 21 anos, o jovem Cesar Marttins se destaca como uma grande promessa para a música sertaneja. Com pouco tempo de carreira, ele se prepara para lançar o primeiro disco. Nos últimos meses cada minuto tem sido dedicado ao trabalho, que com muito esforço está sendo finalizado. Contudo, um longa trajetória de luta por uma chance e até pela sobrevivência marca o passado dele.

Cesar Martins Formiga nasceu no município de Ribeiro Gonçalves (PI). Após a separação dos pais, ainda na infância, mudou-se com a mãe e os dois irmãos para o município de Balsas (MA), onde já morava a avó.

Foto: Neto Cordeiro/Imirante.com.

A vida na cidade mostrou facetas dramáticas e, ainda criança, Cesar precisou procurar um meio de garantir o sustento. “Eu sempre fui um menino trabalhador, sempre quis trabalhar muito para levar algum dinheiro para a escola”, relata. O jovem ingressou na escola tardiamente: aos nove anos. Um ano depois, porém, já sabia ler e escrever. Mas, a necessidade do trabalho o impediu de concluir o Ensino Médio. “Era difícil. Minha mãe veio comprar minha farda com 15 anos. Eu tinha um sonho de ter uma calça e um tênis para calçar”, conta.

Leia também: Conheça a história de superação do estudante Marcelo Reyner

Eu tinha um sonho de ter uma calça e um tênis para calçar.Cesar Marttins
Cesar já trabalhou como vendedor de pastel e de picolé, engraxate, servente de pedreiro e flanelinha. Até catador de latas ele já foi. “Eu pegava um saco e saía catando todas as latinhas que eu achava. Quando eu cheguei para vender eu não sabia que tinha que ser de alumínio. Eu peguei foi tudo de ferro”, explica o jovem, que também, já lavou muitos carros para ganhar algum dinheiro.

Foto: Reprodução/Instagram.

Aos 18 anos, o rapaz, que tinha o sonho de se tornar cantor, pegou a mochila e viajou para São Luís (MA). Cesar conta que não viu oportunidade, em Balsas, para apostar em sua carreira. “Lá em Balsas não é muito para sertanejo”, afirma.

Ao chegar à capital maranhense, ele dividiu o aluguel de uma residência, no bairro da Divineia, com outras três pessoas. De lá para cá, as chances de mostrar seu talento foram surgindo e ele passou a viver de seus shows. No início foi difícil, mas o esforço e a vontade de vencer foram maiores. “Cheguei a querer voltar. Algumas pessoas me deram oportunidade e fui arrumando shows”, conta.

Agora, com o cachê que recebe com as apresentações, Cesar consegue se manter e, ainda, ajuda a família, que ficou em Balsas. O primeiro disco do cantor sai em breve, segundo ele, e, a explosão de euforia e emoção contagia quem ouve o rapaz mostrar sua arte.

Veja a recente música "Te perder nem pensar". Assista:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.