Paralisação dos rodoviários

Ônibus serão recolhidos a partir das 20h, afirma Sindicato

Apesar de uma possível reunião com a SSP, recolhimento está mantido.
Imirante.com24/09/2014 às 15h08

SÃO LUÍS – O Sindicato dos Rodoviários (STTREMA) decidiu manter o recolhimento dos ônibus a partir das 20h desta quarta-feira (24). A informação foi confirmada pelo presidente do STTREMA, Gilson Coimbra, ao Imirante.com. Os coletivos só voltam a circular a partir das 4h desta quinta-feira (25).

Segundo Gilson, os rodoviários precisam paralisar as atividades por causa da insegurança que a cidade vive hoje. “Não tem como os ônibus circularem assim. Enquanto a categoria não se sentir segura para trabalhar, vamos recolher os coletivos no período da noite”, afirmou Gilson.

Na manhã desta quarta-feira (24), a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (STTREMA) e Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET), se reuniram, a portas fechadas, para discutir sobre a normalização da circulação de ônibus em São Luís no período da noite.

De acordo com o pelo presidente do STTREMA, há uma reunião marcada para o fim da tarde de hoje, com representantes da SMTT, SET e STTREMA como secretário de Segurança Pública, Marcos Affonso, para saber quais as providências que a secretaria vai tomar para garantir a segurança dos rodoviários.

“Mas, independentemente dessa reunião, o recolhimento dos ônibus está mantido para as 20h desta quarta-feira”, afirmou Gilson Coimbra.

Em entrevista à Rádio Mirante AM, o secretário da SMTT, Canindé Barros, informou que a secretaria ouviu os pedidos do SET e STTREMA, sobre a segurança na capital. Canindé afirmou que os pedidos dos sindicatos serão levados ao conhecimento do secretário da SSP.

“Já entrei em contado com o Affonso, para que a gente possa levar algumas reivindicações feitas pelos sindicatos. Eles pedem o retorno das operações dos corredores de segurança, implantação das viaturas dentro dos terminais da integração, além de fiscalização nos pontos finais das linhas”, informou o secretário da SMTT.

A reunião entre a SMTT, SET, STTREMA e SSP não tem hora prevista para começar.

Insatisfação

Durante a manhã desta quarta-feira (24), usuários reclamaram da demora em pontos de ônibus e terminais de integração. No terminal da Praia Grande, ao atraso chegou a 40 minutos em algumas linhas. Em contato com a redação, por telefone, o secretário-administrativo STTREMA, Isaias Castelo Branco, garantiu que não há orientação do sindicato para redução na circulação da frota nesta manhã.

"Desnecessária"

Na tarde dessa terça-feira (23), Canindé Barros, em entrevista à Rádio Mirante AM, revelou estar surpreso com a decisão e afirmou que a pasta irá garantir o direito de ir e vir da população. O SET e o Sindicato do Transporte Alternativo foram convocados para uma reunião sobre a segurança no transporte público da capital maranhense.

A paralisação foi criticada pelo comandante do 1º Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), coronel Marco Antônio Alves, que declarou que a decisão do STTREMA é desnecessária. "A leitura que fazemos é de que não há necessidade de paralisação", disse. De acordo com o coronel, a polícia tem tomado medidas seguras, responsáveis e pontuais para manter a segurança pública.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.