Justiça

Lavrador é condenado por homicídio em Coroatá

Imirante com informações do TJ-MA 30/04/2013 às 14h58

SÃO LUÍS - O lavrador Wilson Carneiro foi condenado, nesta terça-feira (30), a 10 anos de reclusão acusado de ter assassinado o lavrador Edinaldo de Sousa. A decisão

Segundo a denúncia, Wilson Carneiro, conhecido pelo apelido de “Carrapato” teria matado Edinaldo com um golpe de faca. O crime aconteceu em fevereiro de 2011. De acordo com acusado, dias antes ele teria levado uma “panada” de facão, desferida por Edinaldo. Conta o réu, ainda, que Edinaldo estaria comentando que “terminaria o serviço”.

Ao se reencontrarem em uma festa de reggae, na localidade “Palácio do Reggae”, na sede de Coroatá, Wilson teria desferido o golpe de faca que matou Edinaldo.

A tese alegada pela defesa não foi acatada pelo júri, que declarou “Carrapato” culpado. A pena foi estipulada em 10 anos por se tratar de homicídio simples. O acusado deverá cumpri-la, inicialmente, em regime fechado na Penitenciária de Pedrinhas, em São Luis.

Wilson Carneiro responde, ainda, a três processos em Coroatá, sendo um por tentativa de homicídio, um por roubo qualificado e outro por tráfico de entorpecentes.

A advogada Tamires Melo atuou na defesa do réu, e o promotor Marco Aurélio Ramos atuou na acusação. O juiz Francisco Ferreira de Lima, titular da 2ª Vara de Coroatá, presidiu sessão do Tribunal do Júri.

Para ler mais notícias do Imirante, clique em imirante.com. Também siga o Imirante no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.