Latrocínio

Suspeito de roubar e matar idoso a golpes de porrete é preso na Grande São Luís

Crime foi registrado na madrugada de terça-feira (8), na zona rural do município de Primeira Cruz, distante 90 km de São Luís; suspeito fugiu em uma lancha para São José de Ribamar, onde foi preso.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil10/06/2021 às 11h26
Suspeito de roubar e matar idoso a golpes de porrete é preso na Grande São LuísIdoso tinha 77 anos e morava sozinho. (Foto: Divulgação)

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR – A Polícia Civil do Maranhão prendeu em flagrante, nessa terça-feira (8), um homem, de 32 anos, suspeito de ser autor de um crime de latrocínio, registrado na zona rural do município de Primeira Cruz, distante 90 km de São Luís. A vítima foi um idosos conhecido como ‘Zé Piauí’, de 77 anos. O suspeito foi preso em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís.

A operação que resultou na prisão do suspeito foi realizada pela Polícia Civil, por meio da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), com apoio da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e da Guarda Municipal de São José de Ribamar.

De acordo com a Polícia Civil, o roubo seguido de morte contra o idoso, aconteceu na madrugada de terça-feira, no povoado Mairi, zona rural de Primeira Cruz.

Ainda segundo a polícia, o suspeito subtraiu dinheiro da vítima, em seguida agrediu o idoso com golpes de porrete na cabeça. ‘Zé Piauí’, como era conhecido, não resistiu aos ferimentos e morreu.

A polícia também informou que, após o crime, o suspeito fugiu em uma lancha no porto de Areinha, em Primeira Cruz, para o porto do Barbosa, em São José de Ribamar, onde foi preso pela equipe da Delegacia Especial de São José de Ribamar.

Com o autuado foi localizado a quantia em dinheiro subtraída da vítima e roupas com vestígios de sangue. De acordo com as investigações da polícia, que o suspeito devia traficantes de drogas que atuam na região de Primeira Cruz, por isso, tentou roubar o idoso que morava sozinho.

O suspeito foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.