Em Santo Amaro do Maranhão

VÍDEO: Ex-juiz do RJ é detido após ofender dono de pousada e desacatar PMs em Santo Amaro do Maranhão

Caso aconteceu na última quinta-feira (29); em 2018, Jorge Jansen Novelle foi flagrado atirando contra vizinho no Rio de Janeiro.
Imirante.com, com informações do G1 Maranhão01/05/2021 às 19h58
VÍDEO: Ex-juiz do RJ é detido após ofender dono de pousada e desacatar PMs em Santo Amaro do MaranhãoCâmeras de segurança flagraram a agressão de Jorge Jansen ao dono de uma pousada em Santo Amaro do Maranhão. (Reprodução)

SANTO AMARO DO MARANHÃO - O ex-juiz do Rio de Janeiro, Jorge Jansen Couñago Novelle, de 61 anos, foi detido na última quinta-feira (29), após ofender e agredir o dono de uma pousada e desacatar policiais militares no município de Santo Amaro do Maranhão, na região dos Lençóis Maranhenses, a 250km de São Luís.

As agressões de Jorge Jansen foram gravadas pelas câmeras de segurança da pousada, que mostram ainda duas pessoas tentando conter o ex-juiz. Expulso da pousada, Jorge retornou ao local com um pedaço de madeira nas mãos e fez ameaças aos funcionários. Em outras imagens, ele aparece com uma garrafa de bebida alcoólica e entrega uma arma após ser contido por policiais militares.

Em entrevista ao G1 Maranhão, o delegado regional de Santo Amaro do Maranhão, Ricardo Carneiro, revelou que, após ser detido, Jorge Jansen insultou e desacatou policiais militares que o conduziram até a delegacia em Barreirinhas, além de tentar danificar o banco da viatura. Na delegacia, o ex-juiz foi agressivo com policiais civis e insultou a delegada Verônica Serra, que estava de plantão.

"Ele é uma pessoa que apresentou um desequilíbrio o tempo inteiro, tanto na noite em que foi feita a apresentação dele, quanto na manhã seguinte. Ele apresentou um nítido desequilíbrio", afirmou Ricardo.

Autuado em flagrante por desacato e injúria real, Jorge Jansen teve direito à fiança de seis salários mínimos por se tratar de dois crimes em que a soma das penas fica abaixo de quatro anos. Após pagar a quantia, o ex-juiz foi liberado, mas o delegado Ricardo Carneiro ressaltou que o inquérito continua em tramitação e será enviado ainda nesta semana ao Poder Judiciário, na cidade de Humberto de Campos, para ser julgado.

A defesa de Jorge Jansen não foi localizada até a última atualização desta reportagem.

Tiros contra vizinho

Em 2018, quando ainda era juiz da 5ª Vara Cível do Rio de Janeiro, Jorge Jansen foi flagrado atirando contra o osteopata Pedro Augusto Guerra, seu vizinho no prédio em que mora em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O caso aconteceu na madrugada do dia 1º de maio e foi registrado com a câmera de um celular.

As imagens mostram o momento em que o tiro foi disparado, após uma discussão entre o juiz e o médico. No vídeo também é possível ouvir o juiz brigando com o vizinho e o ameaçando.

Na 14ª DP (Leblon), onde foi registrado o caso, agentes informaram que o procedimento está sob sigilo e já foi remetido à presidência do Tribunal de Justiça. O TJ comunicou que Novelle está "em licença médica para tratar da saúde". Também foi informado que há interesse do tribunal em esclarecer os fatos e que a Corte irá se posicionar "no momento em que o processo for instaurado".

Assista ao vídeo:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.