Exploração sexual

Preso suspeito de estuprar criança que era agenciada pela própria mãe em Pinheiro

A vítima era explorada sexualmente desde os 10 anos de idade, tendo como principal agenciadora a própria mãe, a qual recebia pequenas quantias em dinheiro.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil11/03/2021 às 16h43
Preso suspeito de estuprar criança que era agenciada pela própria mãe em PinheiroFoto: Reprodução

PINHEIRO – Nessa quarta-feira (10), a Polícia Civil do Maranhão prendeu um homem suspeito de abusar sexualmente de uma criança na cidade de Pinheiro.

A prisão foi feita pela Delegacia da Mulher, após as investigações apontarem que o preso é um dos suspeitos de ter se relacionado sexualmente com a vítima, menor de 12 anos. O homem estava foragido desde o último mês de janeiro e foi localizado no povoado Cajazeiras, em Pinheiro.

Consta nas investigações, que a vítima era explorada sexualmente desde os 10 anos de idade, tendo como principal agenciadora a própria mãe, a qual recebia pequenas quantias em dinheiro para autorizar a menina a manter relações sexuais com homens da região.

Os abusos sexuais ocorriam nos povoados Bom Viver e São Luizinho da Chapada, ambos zona rural de Pinheiro.

A mãe da menina está presa desde o dia 19 de janeiro deste ano, quando a Polícia Civil realizou a operação Liberta, com intuito de cumprir mandados de prisão temporária em desfavor da mãe da vítima e mais seis investigados pelo crime de estupro de vulnerável.

Inicialmente a polícia conseguiu prender a mãe da menina e mais três homens.

Já nessa quarta (10), o quinto suspeito de participar do crime foi preso. O homem foi encaminhado para a Unidade Prisional de Pinheiro, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A polícia continua à procura dos outros dois foragidos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.