Na Região Metropolitana

Último suspeito de participar de sequestro de empresário na Grande SL é preso

Sequestro aconteceu na manhã do dia 30 de março deste ano, quando quatro homens com coletes de identificação da polícia, chegaram na casa da vítima se passando por policiais.
Imirante.com, com informações do G1-MA18/09/2020 às 08h22
Último suspeito de participar de sequestro de empresário na Grande SL é presoLocal em que o empresário foi mantido em cativeiro. (Foto: divulgação / Polícia Civil)

PAÇO DO LUMIAR - O último suspeito de participar do crime de extorsão mediante sequestro, que teve como vítima um empresário do bairro Maiobão, em Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís, foi preso preventivamente, nessa quinta-feira (17), pela Polícia Civil do Maranhão.

O sequestro aconteceu na manhã do dia 30 de março deste ano, quando quatro homens com coletes de identificação da polícia, chegaram na casa da vítima se passando por policiais.

O sequestro

Eles afirmaram ao empresário que estavam no local para levá-lo até um distrito policial, onde supostamente seria prestado depoimento.

Os homens, utilizando um veículo sem qualquer identificação de viatura policial, conseguiram levar a vítima e anunciaram que se tratava de um sequestro. Os criminosos entraram em contato com a família do empresário, exigindo o pagamento do resgate no valor de R$ 50 mil.

Negociação

As negociações da família com os sequestradores duraram até o fim da manhã do dia 31 de março, quando a vítima foi liberada após a família pagar o resgate. Ainda na tarde do mesmo dia foi possível prender, em flagrante, três suspeitos, que estavam em uma das residências utilizada como cativeiro.

Na ocasião foram detidos dois homens, de 24 e 26 anos de idade, e uma mulher de 20 anos. O dinheiro que a família pagou pelo sequestro não foi recuperado.

Investigações

No decorrer das investigações, a polícia descobriu que, além dos três presos, havia mais três suspeitos de participação no crime. Dois, deles já foram presos anteriormente, sendo que o detido nessa quinta é último suspeito de ter participado do crime que faltava ser preso.

Ele já havia sido preso antes, em flagrante, pelos crimes de tráfico de drogas e roubo majorado.

O preso foi encaminhado à unidade prisional, onde aguardará à disposição do Poder Judiciário.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.