greve de ônibus

Eduardo Braide descarta aumento de passagem de ônibus em São Luís

Após anúncio de greve por parte dos rodoviários e informação de que o SET planeja reajustar tarifa na capital, prefeito se manifestou em seu perfil em rede social

Ronaldo Rocha da editoria de Política

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h15
(ônibus mp)

SÃO LUÍS - O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), rechaçou aumentar o valor da passagem de ônibus na capital.

A manifestação do chefe do Executivo Municipal ocorreu após trabalhadores do sistema rodoviário de São Luís: motoristas, cobradores e fiscais de ônibus, anunciarem greve para o dia 21 deste mês e de ter sido levantada a informação de que o Sindicato das Empresas de Transporte (SET) defende reajuste da tarifa de R$ 3,70 para R$ 4,80.

"Não terá aumento de passagem de ônibus em São Luís! O momento é de melhorarmos a qualidade dos serviços. Pra isso estamos trabalhando todos os dias”, declarou Braide em seu perfil em rede social.

Na última quinta-feira o SET ingressou com um pedido de liminar na Justiça do Trabalho para impedir a paralisação dos rodoviários. Os empresários querem manter pelo menos 80% da frota nas ruas.

Motoristas, cobradores e fiscais de ônibus por sua vez, cobram do SET um reajuste salarial de 13%; jornada de trabalho de seis horas; tíquete de alimentação no valor de R$ 800,00; manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente, além da concessão do auxílio-creche para trabalhadores com filhos na faixa-etária de creche.

Não há acordo entre as partes até o momento e a greve está mantida.

Leia também:

Greve dos rodoviários deve ser discutida na Câmara de São Luís

SET entra na Justiça para impedir greve de rodoviários

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.