PH

Coluna PH

12/10/2021
Coluna PHDivulgação

Gentil Negócios
Na contramão da crise econômica vivenciada nos últimos dois anos, a Gentil Negócios, empresa especializada em gestão de franquias e varejo, manteve a sua política de investimento em 2021 e agora amplia a sua atuação no mercado maranhense com a inauguração de um ponto de venda inédito na região do
Vale do Pindaré, a pop up sustentável do Boticário.
A nova loja está em funcionamento no Mix Atacarejo de Santa Inês e foi fabricada com cerca de 3 toneladas de plástico reciclado, considerando paredes e piso – uma manifestação de consciência e respeito a uma das mais importantes cidades
do Maranhão.

Gentil Negócios...2
A abertura desse novo equipamento faz parte de um movimento permanente de ações feitas pela Gentil Negócios, empresa franqueada do Boticário em São Luís e oeste maranhense.
Essa ampliação segue um planejamento importante para a rede, que está sendo posto em prática apesar da pandemia, acreditando na retomada da economia, com todo o cuidado e atenção que o momento exige, e dando continuidade aos investimentos previstos em lançamentos e inovações.

Gentil Negócios...3
Com o lançamento deste novo formato de loja, o Boticário expressa sua grande aposta na evolução do varejo físico com a oferta de experiências para o consumidor com conforto, comodidade e segurança.
Mais moderna e interativa, a loja proporciona aos clientes mais do que um simples momento de compra, oferece também o que há de melhor em atendimento, portfólio de produtos,
promoções e relacionamento.
A unidade inaugurada na última sexta-feira já é a quinta loja em funcionamento nas dependências do Grupo Mateus.
Para Glauber Gentil, CEO da Gentil Negócios, essa inauguração marca a retomada de grandes investimentos com a perspectiva para um futuro promissor.
“Santa Inês foi escolhida para acolher este projeto inovador dada a sua importância e potencial econômico na região Oeste do Maranhão”, enfatizou Glauber.

Blaus e sucesso
No domingo do Círio de Nazaré adocei a data com os deliciosos sorvetes e picolés que recebi da Blaus, considerada a maior fabricante de sorvetes e picolés do Pará.
A empresa que atua há 30 anos no mercado paraense e em várias capitais do país é uma das mais importantes fábricas de sorvetes e picolés artesanais do Brasil e no último dia 10 completou um ano da abertura de sua loja em São Luís.Comandada pelos empresários paraenses Marilene e Edson Pereira, a empresa conta
com a participação, na área administrativa, das filhas do casal, Larissa e Lorena, e do genro Mauro.

DE RELANCE

Vitoriosos do Prêmio Nobel
Ao anunciar, ontem, os nomes dos ganhadores do Prêmio Nobel de Economia, a Real Academia de Ciências da Suécia encerrou as condecorações deste ano em que o mais cobiçado prêmio mundial completou 120 anos de existência. Os economistas David Card, Joshua Angrist e Guido Imbens se somaram as 947 pessoas e 28 organizações laureadas desde 1901, quando o prêmio foi instituído, por inspiração do químico e inventor sueco, Alfred Bernhard Nobel (1833-1896).

Vitoriosos do Prêmio Nobel...2
Dos 609 Nobéis distribuídos até hoje, 115 reconhecem a importância de descobertas e invenções no campo da Física e 114 distinguem as contribuições mais relevantes à Literatura. As condecorações foram entregues 113 vezes para estudos e invenções ligadas à Química e 112 para a Medicina. A Fundação Nobel também já distribuiu 103 prêmios da Paz, enquanto o Nobel da Economia (o único distribuído ininterruptamente) foi concedido em 53 ocasiões.

Vitoriosos do Prêmio Nobel...3
No total, 947 pessoas e 28 organizações receberam o Prêmio Nobel entre 1901 e 2021. Destas, apenas 58 são mulheres. Por outro lado, desde 2014, cabe a uma mulher, a paquistanesa Malala Yousafzai, o título de pessoa mais jovem a receber o prêmio: por seu ativismo em prol do acesso de crianças e mulheres à educação, Malala também recebeu o Nobel da Paz quando tinha apenas 17 anos de idade. Além disso, a cientista polonesa Marie Curie é uma das quatro únicas pessoas que conseguiram o feito de serem laureadas duas vezes – com o detalhe de que Marie Curie obteve dois Nobéis em áreas diferentes: Física, em 1903, e Química, em 1911, feito só alcançado pelo químico Linus Pauling (vencedor em Química,
em 1954, e da Paz, em 1962).

Vitoriosos do Prêmio Nobel...4
Entre os 13 ganhadores deste ano, há apenas uma mulher, a jornalista filipina Maria Ressa, que
com o também jornalista russo Dmitry Muratov o Nobel da Paz. A título de comparação, no ano passado, quatro dos 11 premiados eram mulheres. Em 2009, ano com o maior número de ganhadoras, cinco pesquisadoras foram agraciadas. Este ano, além de Ressa, Muratov e dos economistas David Card, Joshua Angrist e Guido Imbens, também foram agraciados o escritor Abdulrazak Gurnah, da Tanzânia, que recebeu o
Nobel de Literatura.

Vitoriosos do Prêmio Nobel...5
Os ganhadores de cada categoria dividem, entre si, um prêmio de 10 milhões de coroas suecas, ou cerca de R$ 6,3 milhões, além de uma medalha e um diploma. Ao longo do tempo, só duas pessoas recusaram a distinção voluntariamente: o filósofo e escritor francês Jean-Paul Sartre, que, em 1964, se negou a receber o prêmio de Literatura, e o político vietnamita Le Duc Tho, um dos fundadores do Partido Comunista da antiga Indochina e que, em 1973, receberia o Nobel da Paz por, junto com o secretário de Estado dos Estados Unidos, Henry Kissinger, ter negociado o acordo de paz que selou o fim da guerra do Vietnã.

Vitoriosos do Prêmio Nobel...6
Além destas duas ocasiões, quatro vencedores foram forçados a recusar o prêmio. No fim da década
de 1930, o ditador Adolf Hitler proibiu três cientistas alemães (Richard Kuhn e Adolf Butenandt, em Química, e Gerhard Domagk, em Medicina) de aceitarem o prêmio – os três receberam suas medalhas e diplomas posteriormente, mas já não puderam receber a premiação em dinheiro. Em 1958, foi a vez das autoridades da extinta União Soviética coagirem o ganhador do Nobel de Literatura de 1958, Boris Pasternak, a não aceitar o reconhecimento a sua obra.

Vitoriosos do Prêmio Nobel... 7
Apesar de, oficialmente, nenhum brasileiro jamais ter ganhado a maior honraria científica, literária cultural mundial, há, entre os 975 premiados, uma pessoa que nasceu em solo brasileiro. Filho de pai libanês e de mãe inglesa, o ganhador do Nobel de Medicina de 1960, o biólogo Peter Brian Medawar, nasceu em Petrópolis (RJ), em 1915. Com dupla cidadania, o futuro cientista cresceu entre a capital fluminense e Petrópolis até que, na adolescência, seus pais o enviaram para estudar na Inglaterra. Mas Medawar não retornou ao Brasil para se alistar no Serviço Militar e acabou
perdendo sua nacionalidade brasileira, tornando-se unicamente cidadão inglês.

Para escrever na pedra:
“Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar”. De José Saramago, único escritor de língua portuguesa laureado
com o Nobel de Literatura.

TRIVIAL VARIADO

A atração de grandes empresas para investir e fazer parcerias com negócios sustentáveis na Amazônia Legal motivou a criação do Instituto Amazônia+21 pelas Federações das Indústrias nos estados da Amazônia Legal, com a participação da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

No assunto: a demanda nacional e internacional por esse tipo de iniciativa foi mapeada no Fórum Mundial Amazônia+21, realizado pela Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) em novembro do ano passado.

Em tempo: o evento de lançamento do Instituto Amazônia+21 ocorre na próxima quinta-feira, às 10h30, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema).

Segundo Marcelo Thomé, presidente da Fiero e do Instituto Amazônia+21, a concepção do instituto contempla uma pauta de negócios que enxerga na região o principal vetor de desenvolvimento sustentável do Brasil e da indústria verde brasileira.

Hoje, feriado de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, todas as lojas Potiguar de São Luís e de Imperatriz vão abrir em horário especial. Quem quiser aproveitar a folga para conferir as novidades, já pode se programar.

As lojas Potiguar Forquilha e Potiguar Cohama funcionarão das 8h às 18h. Já as lojas do Centro, Cohafuma e Avenida dos Africanos, assim como a de Imperatriz, ficarão abertas somente das 8h às 14h.

O Musical da Cigarra Autista, da compositora maranhense Anna Torres, há mais de vinte anos radicada em Paris, será difundido nesta terça-feira (Dia das Crianças) na TV UFMA, as 10h.

O chef cearense
Assis Teixeira, que já morou em São Luís com a esposa Karla, hoje faz sucesso com um restaurante em Vila Velha, no Espírito Santo. No último domingo, graças a uma amiga do casal, eles serviram para alguns eleitos uma iguaria bem maranhense: o famoso “Arroz de Tarioba”.

A alta da inflação em setembro no país se repetiu na maioria das carnes. Preparar o tradicional churrasco, mesmo fugindo dos cortes mais valorizados, ficou bem mais indigesto nos últimos 12 meses. Até proteínas mais em conta inclusive para o dia a dia, como a suína e a de frango, sobem muito acima do índice geral medido pelo IPCA no período (10,25%).

No dia em que o Brasil ultrapassou a marca das 600 mil mortes por Covid-19, que rendeu homenagens às vítimas em todo o país, os especialistas são unânimes em afirmar que há luz no fim do túnel e que a contaminação deve continuar regredindo, mas ainda não é hora de baixar a guarda.

Graças à vacina, a ocupação das UTIs no Maranhão, que em alguns momentos passou de 100%, com improvisações, zerou nos últimos dias.

Ou seja: enquanto a vacinação caminha, os números da Covid-19 caem. Em setembro, mais de 80% dos municípios maranhenses não registraram mortes pela doença. Em agosto, o percentual foi de 60%.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte