Política | Direcionamento

Renan Calheiros afirma que CPI vai pedir o indiciamento de Jair Bolsonaro

Renan Calheiros tem atuado de forma polêmica no colegiado e foi acusado por aliados do presidente de perseguição e direcionamento
05/10/2021 às 13h02
Renan Calheiros afirma que CPI vai pedir o indiciamento de Jair Bolsonaroagência Senado

BRASÍLIA - O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid no Senado da República, afirmou que o relatório final do colegiado vai pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A manifestação do parlamentar, antes mesmo de finalizadas as oitivas da CPI, reforça a tese levantada por aliados do presidente, de que há direcionamento e perseguição por parte de membros da comissão ao líder nacional.

"Com certeza será [indiciado]. Nós não vamos falar grosso na investigação e miar no relatório. Ele com certeza será, sim, pelo o que praticou", pontuou Renan.

A CPI chegou à reta final dos trabalhos. A previsão é de que o relatório seja apresentado e votado na segunda quinzena deste mês.

Depois que o relatório for aprovado pela CPI, será enviado ao Ministério Público, que decidirá se acata ou não os pedidos de indiciamento.

Nesta terça, a CPI ouve o sócio-administrador da empresa VTCLog, Raimundo Nonato Brasil. A comissão quer saber se a VTCLog foi favorecida irregularmente em contratos com o governo.

Com informações do G1

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte