Política | Definição

Marcelo Tavares será submetido ao Plenário da AL por vaga no TCE

Secretário-chefe da Casa Civil foi sabatinado na última segunda-feira por Comissão Especial do Legislativo e teve o seu nome aprovado pelo colegiado
Ronaldo Rocha da editoria de Política31/08/2021 às 09h02
Marcelo Tavares será submetido ao Plenário da AL por vaga no TCEReprodução

SÃO LUÍS - O deputado estadual licenciado e secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB), terá o seu nome submetido nesta terça-feira ao Plenário da Assembleia Legislativa, em votação que definirá a sua indicação para cargo no Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão.

Tavares foi sabatinado na última segunda-feira pela Comissão Especial instituída na Casa para conduzir o processo e teve o seu nome aprovado pelos deputados estaduais.

Caso seja aprovado também pelo Plenário nesta manhã, ele estará apto, automaticamente, a assumir a nova função na Corte de Contas.

Tavares deve ocupar o cargo que ficou vago com a aposentadoria do conselheiro Nonato Lago.

Durante a sabatina de ontem, Tavares se disse honrado em ter o seu nome aprovado pela Comissão Especial, e pediu apoio dos parlamentares para votação em Plenário.

"Tenho orgulho de ter construído uma vida que me permitiu chegar aqui nesse ponto aonde cheguei. E lembro aos meus colegas que aqui ainda não terminou. Então, eu preciso humildemente do apoiamento de vocês através da manifestação de voto na sessão que vai escolher o membro do Tribunal de Contas", disse.

E completou: "Eu não tenho nenhuma dificuldade em pedir o apoio de vocês e o voto de vocês, porque foi assim que a Constituição Brasileira e a Constituição do Estado do Maranhão determinaram. E eu não vejo isso como absolutamente nada que me diminua. Pelo contrário, eu acho que ter o voto na Assembleia dos deputados do Maranhão, independente da corrente política, só engrandece esse processo e me honra muito", finalizou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte