Morto em confronto

Após 20 dias de busca, Lázaro morre em confronto com a polícia

De acordo com as primeiras informações, ele chegou a ser encaminhado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.; o suspeito de chacina em Ceilândia, no DF, era procurado por uma força-tarefa policial desde 9 de junho

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h16
(Lázaro Barbosa)

São Luís – Lázaro Barbosa, de 32 anos, que estava sendo procurado há 20 dias, foi morto pela polícia nesta segunda-feira, 28, após mais um confronto. De acordo com as primeiras informações, ele chegou a ser encaminhado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça estava sendo procurado há 20 dias por uma megaoperação, com mais de 270 policiais, devido uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Ele também é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

Em redes sociais, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, chegou anunciar a prisão do Seriall Killer antes da morte ser confirmada.

“Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso, Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido”, Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido", disse o governador Ronaldo Caiado em uma rede social.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Goiás informou que o suspeito deve ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para o exame de corpo de delito e, em seguida, será levado para o presídio de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

*Em Atualização

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.