Pandemia

Anvisa acompanha com tensão caso indiano com Covid no Maranhão

Agência foi notificada ontem pela Secretaria de Estado da de teste positivo em primeiro indiano em navio fundeado no estado; mais dois casos foram confirmados posteriormente

Ronaldo Rocha/da Editoria de Política

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h16
Em São Luís, indiano continua internado com suspeita de Covid-19
Em São Luís, indiano continua internado com suspeita de Covid-19 (variante)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acompanha com tensão o caso de um indiano que testou positivo para a Covid-19 e que está internado em um hospital particular de São Luís, no Maranhão.

O indiano e os outros dois estrangeiros também internados num hospital particular da capital com sintomas da doença, são tripulantes do navio “MV SHANDONG DA ZHI”, fundeado na costa do Maranhão.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) já realizou teste em todos os tripulantes do navio, que tinha como destino o Complexo Portuário de São Luís. O navio está na chamada “quarentena” e ainda não recebeu autorização para atracar.

Ontem o caso repercutiu na imprensa nacional e a Anvisa informou que aguarda o resultado de avaliação das amostras de sangue do indiano, para saber se ele carrega consigo uma cepa mais agressiva e letal, que abala a Índia neste período e que tem provocado um número alarmante de mortes naquele país.

O material coletado do indiano e dos outros dois tripulantes internados na capital foram encaminhados para o Instituto Evandro Chagas, situado em Belém. Lá será possível identificar qual a cepa da Covid-19 detectada no indiano.

Ao todo o navio “MV SHANDONG DA ZHI” carrega 24 tripulantes. Todos embarcaram na Cidade do Cabo, na África do Sul.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.