Presídio

Visitas íntimas estão suspensas no Complexo de Pedrinhas

A medida foi tomada pela Seap como sendo uma das formas de evitar a proliferação da Covid-19

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h16
Fachada do Complexo Penitenciário de Pedrinhas
Fachada do Complexo Penitenciário de Pedrinhas (Pedrinhas)

São Luís - A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) suspendeu as visitas íntimas nos presídios do Maranhão até o próximo dia 24 como sendo uma das formas de conter a proliferação da Covid-19. Dados mais recentes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) revelam que havia 276.062 casos confirmados do novo coronavírus em todo o estado e um total de 7.612 óbitos.

Segundo o comunicado da Seap, além das visitas íntimas, também estão suspensas as outras atividades que requeiram acesso de público externo, exceto, as visitas sociais, das atividades educacionais e religiosas promovidas por voluntários cadastrados.

Em relação à entrega dos produtos aos custodiados, de acordo com a Seap, pode ser feita por apenas um visitante e sendo que esteja regulamente cadastrado. Também como sendo forma de evitar aglomeração na unidade prisional, um único visitante poderá entregar objetos a mais de um detento, ainda que seu cadastro não esteja vinculado à pessoa presa destinatária do item.

Enquanto, os servidores do grupo de risco continuam afastados, também até 24 de maio. Aqueles que tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há mais de 28 dias podem trabalhar normalmente no sistema prisional.

Em março deste ano, a Seap, com base no Decreto Estadual de N° 36.531, suspendeu as visitas nas unidades prisionais e APAC’s do Estado do Maranhão até o dia 12 de abril. A normativa ainda dispõe sobre o funcionamento da Seap e dar outras providências de prevenção, controle e contenção de riscos ao avanço do novo coronavírus.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.