Salve Maria

Conheça o "Salve Maria", app para denúncias de violência contra a mulher

Já funcionando em São Luís, o serviço, que dinamiza o atendimento policial em casos de violência, passa a funcionar nesta segunda-feira (08) em Imperatriz

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h17
Aplicativo evita crimes como o feminicídio
Aplicativo evita crimes como o feminicídio (Salve Maria)

São Luís – Para agilizar e tornar mais eficiente o combate a violência contra mulher, as secretarias de Estado de Segurança Pública (SSP) e da Mulher (Semu) desenvolveram o Aplicativo “Salve Maria”, que já está disponível nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar, para Androids.

Com o objetivo de evitar crimes como o feminicídio, a ferramenta possui um botão de emergência que utiliza a localização do aparelho para enviar a viatura mais próxima, com prioridade zero, a mesma de homicídios, para o local onde está acontecendo a violência. A intenção é que o serviço dinamize as denúncias, sem precisar passar pelo processo do 190 de dar endereços, pontos de referências e aguardar uma viatura responder o chamado, de forma que o atendimento ocorra com maior velocidade.

Atualmente, o App já possui mais de 500 downloads e será ampliado, no próximo dia 08, Dia Internacional da Mulher, para o município de Imperatriz. De acordo com a Semu, o objetivo é que o serviço possa futuramente atingir todo o estado do Maranhão.

Quem deve ter o aplicativo?

Todos. Apesar da ferramenta ser voltada para a proteção das mulheres, é importante que homens também tenham esse aplicativo em seus aparelhos, pois, ao se depararem com uma cena de violência, eles podem acionar a viatura e salvar a vida dessa mulher.

Como usar?

1 – Baixe o aplicativo e preencha seus dados pessoais

2 – Segure o botão que aparece na tela para fazer a denúncia

3 – Um chamado será aberto para as forças de segurança que farão o atendimento no local indicado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.