Esporte | Futebol Internacional

Pochettino descarta a possibilidade de Neymar fazer tratamento no Brasil

Técnico optou por escalar Neymar contra o Caen, um time da segunda divisão, ao invés de poupá-lo para o confronto com o Barcelona
Estadão Conteúdo 12/02/2021 às 19h18
Pochettino descarta a possibilidade de Neymar fazer tratamento no BrasilNeymar tem lesão e ficará ausente por até quatro semanas (Reprodução)

Paris - Não está nos planos do Paris Saint-Germain ter Neymar fazendo tratamento de sua lesão no Brasil. Conforme afirmou o técnico Mauricio Pochetti, nesta sexta-feira, o clube francês ainda não finalizou o programa de recuperação do atleta

Neymar ficará ausente por até quatro semanas por causa de uma lesão muscular sofrida na quarta-feira, durante a vitória sobre o Caen, pela Copa da França. Por causa disso, o camisa 10 poderá desfalcar a equipe francesa nos dois jogos contra o Barcelona pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. O PSG joga na Catalunha na próxima terça-feira e o segundo duelo, em Paris, está previsto para 10 de março.

"Estamos tentando encontrar a melhor solução para ele retornar (à forma) o mais rápido possível", disse o treinador argentino, nesta sexta-feira, em entrevista coletiva. "Ir para o Brasil não é algo que esteja previsto pelo clube ou pelo jogador ou por qualquer outra pessoa. O que mais for dito sobre isso só pode ser conjectura."

Pochettino optou por escalar Neymar contra o Caen, um time da segunda divisão, ao invés de poupá-lo para o confronto com o Barcelona. "Competições e calendários são o que são. Infelizmente, ele se machucou em um jogo da Copa da França, mas a lesão poderia ter acontecido em um compromisso do Campeonato Francês ou em um treinamento", disse o técnico, com a ajuda do assistente Miguel D'Agostino, traduzindo do espanhol para o francês. "Foi falta de sorte."

Desde que chegou ao PSG, há quatro temporadas, Neymar ficou afastado de jogos importantes por causa de lesões no pé, virilha, costela e tornozelo. Pochettino não concorda com aqueles que apontam o estilo de jogo do atacante como um fator a mais para o surgimento de lesões.

"O que posso dizer do Neymar é que ele é muito profissional, alguém que mostra seu compromisso com o clube e seus companheiros todos os dias. Depois de passar 40 dias com ele, vimos suas qualidades como pessoa e atleta."

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte