Política | Transparência Internacional

Aras e Bolsonaro têm "excessiva proximidade", afirma relatório

Em relatório recente, a Transparência Internacional apontou ''retrocessos'' no combate à corrupção no Brasil e demonstrou preocupação com a perda de autonomia dos órgãos de investigação e controle, como o Ministério Público Federal
30/01/2021

Brasília - M ais uma vez, o procurador-geral da República, Augusto Aras, reagiu a relatórios divulgados pela Transparência Internacional. Na publicação mais recente, disponibilizada ao público nesta semana, a organização apontou 'retrocessos' no combate à corrupção no país e demonstrou preocupação com a perda de autonomia dos órgãos de investigação e controle, incluindo o Ministério Público Federal (MPF).

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte