Cidades | Enem 2020

Candidatos em SL se preparam para provas do Enem

Professores dão dicas para se sair bem no exame; testes acontecem nos dias 17 e 24
Kethlen Mata/ O Estado09/01/2021
Candidatos em SL se preparam para provas do EnemProfessor Fernando Santos em aula de Biologia, no Curso One (De Jesus / O ESTADO)

São Luís – Faltam exatamente oito dias para as primeiras provas presenciais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2020), o segundo dia de provas será no dia 24 de janeiro. Com pouco tempo para o dia mais esperado dos estudantes brasileiros, muitos candidatos ainda estão se preparando para o exame. O Estado conversou com duas estudantes que farão essa edição do Enem, além de um professor de curso preparatório, que deu dicas para se dar bem na avaliação.

O Enem 2020, contará com a possibilidade de realização da prova em formato digital. Esse modelo de provas ocorrerá nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. O objetivo, segundo o Inep, é ter perto de uma prova 100% digital até o ano de 2026, o que diminuiria as dificuldades logísticas de distribuir as provas em papel por todo o território brasileiro.

Última semana de preparação

O professor Fernando Oliveira, que trabalha com a área de linguagens, dá aula em quatro cursinhos da cidade. E segundo ele, a expectativa para essa edição do Enem, pelo menos em relação à prova tradicional impressa, é que não haverá mudanças no estilo habitual.

Em relação ao modelo digital, há uma promessa de que ele permitirá questões de caráter multimídia, como envolvendo música, vídeo ou coisas do tipo. Vamos aguardar para ver se isso realmente vai acontecer e se haverá uma segurança suficiente contra vazamentos também nesse modeloProfessor Fernando Oliveira

Segundo Fernando Oliveira, nos quatro cursos preparatórios em que leciona, foram feitas programações especiais para a última semana de estudo, antes da prova presencial. “Como a primeira prova é de linguagens e humanas, na próxima semana os alunos terão aula somente das disciplinas desses segmento, como literatura, língua portuguesa, história e geografia. Na semana seguinte, como a segunda fase do Enem é de matemática e ciências da natureza, as aulas deverão acontecer apenas com as referidas disciplinas”, afirmou.

O Estado também conversou com o professor Matheus Andrade, que trabalha lecionando em cursinho pré-vestibular. Ele acredita que o Enem 2020, por conta da pandemia, mudará drasticamente.

Não só os alunos terão que fazer as provas com várias restrições, mas também a preparação, ao longo do ano, foi diferente. Muitos alunos não se adaptaram facilmente ao uso das tecnologias e é inegável que isso vai reforçar desigualdades sociais. Acredito que veremos isso refletido bem claramente nos resultadosProfessor Matheus Andrade

Expectativa dos candidatos
A estudante, Ana Clara Lemos, 22, vai participar o Enem pela sétima vez, e está se sentido confiante para realizar a prova. Ela fará o exame no formato presencial. “Frequento (e sempre frequentei) cursinho presencial e só foi diferente esse ano por causa da pandemia. Em relação ao modo de estudar, como eu já tenho certa base, eu aproveitei pra aprender o que eu não tinha muito domínio e revisar conteúdos já estudados nos anos anteriores”, explicou.

Quem está ansiosa pelo dia 17, é a alcantarense Mellissa Rafaela, 18. Essa será o primeiro Enem da estudante. “É a minha primeira vez, estou um pouco preocupada porque não sabemos o tema da redação, mas caso eu não consiga passar pra faculdade que eu acredito que vai ser um aprendizado”, destacou.

Ela conta que mesmo com a pandemia, a escola onde estuda conseguiu passar os conteúdos. “Fui tendo acompanhamento, assistindo lives no YouTube, me ajudaram bastante. A forma que decidi fazer a prova foi/é a forma presencial, por ser um teste o Enem digital decidi não arriscar”, complementou, Melissa Rafaela.

Dicas dos professores
O professor Fernando Oliveira, deu dicas sobre a organização na hora de realizar a prova, um tema que ainda deixa muitos candidatos confusos. Segundo ele, como há praticamente um texto por questão, muitos alunos reclamam que o tempo é insuficiente.

Há quem diga que se deve começar pelas questões mais fáceis para agilizar em relação à quantidade de questões. Por outro lado, se o aluno deixar para fazer as questões mais difíceis mais para as horas finais do exame, quando o candidato já está mais cansado, pode haver uma dificuldade maior em resolvê-las. Como a prova tem questões em níveis de dificuldade diferentes, creio que uma boa dica é equilibrar a resolução desses quesitos alternando os níveis de dificuldadeProfessor Fernando Oliveira

Um ponto importante frisado pelo professor, é sobre a passagem das respostas para o gabarito. “Alunos relatam constantemente a frustração de terem perdido questões pela falta de atenção na passagem das respostas do caderno de questões para o gabarito”, afirmou.

Já o professor Matheus Andrade, que inclusive, já obteve pontuação máxima na prova de redação do Enem, acredita saber interpretar o tema proposto, é um ponto crucial para se sair bem na avaliação.

Saber interpretar o tema, acima de tudo. Analisar cada palavra que ele apresenta. Não adianta o aluno ter uma ótima técnica de escrita se o tema pede "caminhos para melhorar a educação pública", por exemplo, e ele apresenta somente os problemas dessa educação. Entender o que o tema propõe é essencialProfessor Matheus Andrade

SAIBA MAIS

Normas Covid-19

  • Fica proibida a entrada do participante no local de provas após o fechamento dos portões e sem a máscara de proteção contra a Covid-19.
  • O participante não poderá permanecer no local de provas sem máscara de proteção facial.
  • Quem comparecer ao local de aplicação das provas sem documento válido e/ou sem a máscara de proteção facial deverá aguardar fora do local de aplicação até que algum familiar ou conhecido possa entregá-lo.
  • Durante a identificação, será necessária a higienização das mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador, antes de entrar na sala de provas.
  • A máscara deve cobrir totalmente o nariz e a boca, desde a entrada até a saída do local de provas.
  • Será permitido que o participante leve máscara reserva para troca durante a aplicação.
  • O descarte da máscara de proteção contra a Covid-19, durante a aplicação do exame, deve ser feito pelo participante de forma segura, nas lixeiras do local de provas.
  • A ida ao banheiro será permitida desde que o participante seja acompanhado pelo fiscal, respeitando a distância prevista nos protocolos de proteção contra a Covid-19.
  • As mãos deverão ser higienizadas ao entrar e sair do banheiro, e durante toda a aplicação do exame.
  • O participante que não utilizar a máscara cobrindo totalmente o nariz e a boca, desde sua entrada até sua saída do local de provas, ou recusar-se, injustificadamente, a respeitar os protocolos de proteção contra a Covid-19, a qualquer momento, será eliminado do exame, exceto para os casos previstos na Lei nº14.019, de 2020.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte