Vida | Saúde

Inca utiliza videochamadas em isolamento de pacientes oncológicos

Ação tem ajudado a aproximar familiares, mesmo diante da impossibilidade da presença física e reduzir o sofrimento na internação
06/01/2021 às 08h02

Brasília - Devido ao alto risco de contágio do coronavírus, as visitas e a permanência de acompanhantes com os pacientes suspeitos e/ou confirmados com Covid-19 foram proibidas na unidade do Instituto Nacional do Câncer (Inca) responsável pelos cuidados paliativos - Hospital do Câncer IV. Com esta restrição, se tornou importante instituir o Time de Comunicação e Acolhimento, constituído por profissionais das áreas assistenciais, que passaram a realizar um contato virtual diário com os familiares, para atualização do quadro clínico de cada paciente. O objetivo da ação do Inca é minimizar uma das faces da Covid-19: o confinamento, inclusive em situações de fim de vida.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte