Festividades

Natal e Ano Novo exigem cuidados especiais para evitar a Covid-19

O médico Eudes Simões, coordenador do Serviço de Combate a Infecção Hospitalar do Hospital São Domingos, disse que são necessárias medidas de prevenção contra o novo coronavírus; segundo ele, o ideal é que não existisse comemoração

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h17
O médico Eudes Simões: " O ideal é que nem houvesse comemoração de Natal e Ano Novo"
O médico Eudes Simões: " O ideal é que nem houvesse comemoração de Natal e Ano Novo" (Eudes Simões)

SÃO LUÍS - As celebrações de fim de ano terão que ser adequadas às medidas de prevenção à Covid-19. A tradicional ceia do Natal neste ano, por exemplo, não poderá ter a união de muitas pessoas da família ao redor da mesa, e o Revéillon não poderá ter as comemorações com grande público.

De acordo com o coordenador do Serviço de Combate a Infecção Hospitalar do Hospital São Domingos, Dr. Eudes Simões, o ideal é que nem houvesse comemorações devido à alta facilidade de contágio do novo coronavírus, mas já que o Natal é uma festa cristã em que as famílias, tradicionalmente, festejam e tem um significado emocional forte, quem for promover eventos, precisa seguir alguns cuidados.

“Número reduzido de convidados (máximo de 6-10 pessoas). O adequado seria somente as pessoas que moram na casa. Opte por ambiente com ventilação natural, evite ar-condicionado. Tente manter distanciamento seguro e não esqueça da máscara”, afirma o médico.

Lavagem frequente das mãos com sabão ou uso de álcool em gel são também medidas que devem ser adotadas para evitar contágio do vírus, segundo Dr. Eudes Simões. " A aglomeração de pessoas é um risco neste momento, pois aumenta as chances de contaminação de muitas pessoas ao mesmo tempo, por isso se deve evitá-la. E acrescentou: “Se você teve contato com alguém com sintomas gripais nos últimos 14 dias, não vá à reunião. Você pode transmitir mesmo estando assintomático”, afirma o infectologista.

Ainda de acordo o médico, o tempo de duração da festa deve ser mais curto e estão proibidos os aperitivos compartilhados (amendoim, frutas, etc). "O ideal é que tenha apenas uma pessoa servindo os demais, e esta deve higienizar bem as mãos antes de fazê-lo", recomendou.

FIQUE POR DENTRO

Algumas orientações para os convidados e anfitriões:

- Use máscaras o tempo todo, retire somente para beber ou comer e a mantenha em um saco plástico limpo;
- Leve uma máscara extra para usar em caso de molhar, suar ou sujar;
- Evite aglomeração. Mantenha a distância de 2 metros de outros convidados;
- Evite aperto de mão e abraços; não abrace ou beije outra pessoa, nem mesmo usando máscara;
- Não fale alto ou cante, principalmente se estiver sem máscara, porque há maior risco de expelir gotículas de saliva;
- Lave as mãos frequentemente durante o evento com água e sabão ou use álcool em gel;
- O ideal é se manter em local aberto ou bem ventilado; evite ambientes fechados, com ar-condicionado;
- Não compartilhe objetos, como talheres e copos; se compartilhar, higienize as mãos logo em seguida.

Orientações de prevenção para os anfitriões:

- Limite o número de convidados de forma que possam manter distância de 2 metros entre eles;
- Lembre aos convidados a necessidade do uso de máscara;
- Dê preferência a realizar o evento em local aberto ou bem ventilado; evite local fechado, com ar-condicionado;
- Disponibilize álcool em gel para os convidados no ambiente e mantenha, durante todo o evento, sabão e toalhas de papel no banheiro para os convidados higienizarem e secarem as mãos. Não utilize toalhas de tecido;
- Evite a formação de filas na hora de os convidados se servirem; mas se for necessário, oriente-os a manterem o distanciamento seguro;
- Organize mesas com o distanciamento de 2m entre elas e oriente que sejam ocupadas por pessoas da mesma família;
- Disponibilize lixeiras com pedal no ambiente para que os próprios convidados descartem o lixo; evite lixeiras cujas tampas precisam ser abertas com as mãos;
- Caso vá servir bebidas, opte por embalagens individuais para que o próprio convidado se sirva e ofereça copos descartáveis;
- Evite o compartilhamento de utensílios na hora de servir a ceia. Se possível, ponha uma pessoa para ficar servindo os convidados. Esta deve higienizar sempre as mãos e usar máscara;
- Higienize adequadamente toda a louça e talheres antes e depois do evento.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.