Geral | Prevenção

Bombeiros intensificam ações preventivas na orla marítima

Operação "Praia Segura" cobriu faixas de areia das praias de São Marcos, Calhau, Meio e Araçagi; foco foram as abordagens a banhistas
Evandro Júnior/Da Equipe de O Estado02/11/2020
 Bombeiros intensificam  ações preventivas na orla marítimaCorpo de Bombeiros faz campanha preventiva contra afogamento nas praias de São Luís (Divulgação)

São Luís - Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão realizou, durante o fim de semana, a operação “Praia Segura”, intensificando ações de prevenção a acidentes na orla marítima durante o feriado prolongado, que será encerrado hoje (2). Os homens da corporação deram dicas de segurança inclusive a quem chegava em ônibus de turismo, procedente do interior do Maranhão e de outros estados.

O Batalhão de Bombeiros Marítimo recebeu reforço de outras unidades da capital e empregou quadriciclos, viaturas, motos aquáticas e botes de salvamento nas praias de São Marcos, Calhau, Meio e Araçagi. O foco da operação foi o diálogo direto com os banhistas, de acordo com o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto Araújo.

Somente este ano, conforme o comandante, foram realizadas mais de 9500 abordagens a pessoas que se encontravam na orla das principais praias de São Luís. Orientações como evitar ingerir bebidas alcoólicas antes de entrar no mar, se manter em profundidade segura e estar supervisionando de perto a movimentação da criançada estavam entre as principais dicas de segurança repassadas pelos bombeiros.

“Nós, inclusive, daremos continuidade a essas operações preventivas até o fim do ano, mobilizando 84 bombeiros militares, para que todos possam ficar atentos e, dessa maneira, possamos evitar incidentes desagradáveis”, frisou o comandante.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte