DOM | Entrevista

"O ensino 100% presencial já estava batendo no teto. Com o ensino híbrido, o céu é o limite"

Professor da Universidade Federal do Maranhão, Ricardo André Carreira, trata sobre os novos modelos educacionais que se tornaram mais comuns com a pandemia
Evandro Júnior / O Estado 17/10/2020

São Luís - Quando foi decretado o isolamento social no Brasil, todas as aulas presenciais precisaram ser adaptadas para ocorrer a distância ou planejadas para compensação em um futuro que não se sabe quando será. Do improviso no início, surgem sinais de que a experiência com aulas remotas inspirou transformações perenes, como o investimento em modos híbridos de ensino.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte