Geral | Proposta

Candidata à presidência do COREN-MA defende fiscalização para garantir idoneidade da entidade

Célia Rezende, da Chapa 2, diz que atuação correta do conselho resulta em maior proteção da classe da enfermagem
17/10/2020 às 17h22
Candidata à presidência do COREN-MA defende fiscalização para garantir idoneidade da entidadeCélia Rezende tem a fiscalização como principal bandeira de luta (Divulgação)

A representante da Chapa 2 na corrida para presidir o Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (COREN-MA), Celia Rezende, destaca nos planos e propostas da Chapa a Fiscalização. Essa é uma bandeira forte da campanha, a preocupação com a fiscalização no COREN-MA para garantir idoneidade da entidade e proteger a classe da enfermagem.

Para a Chapa 2, a meta é otimizar continuamente a fiscalização obedecendo às diretrizes da Política Nacional de Fiscalização definida pelo COFEN.

“É o momento de reforçar as equipes de fiscais, ampliando as rotas de inspeção no interior do Estado e atingir a meta de 100% de cobertura na Grande São Luís, na defesa intransigente dos direitos da enfermagem” diz Célia.

As eleições para o COREN-MA acontecerão no mês de novembro em todo o Brasil.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte