Economia | Impactos da pandemia

Sebrae Maranhão realiza turma piloto do programa Lideração

Ação acontece totalmente online visa resolver problemas do Centro Histórico de São Luís advindos com a pandemia
19/07/2020 às 14h30
Sebrae Maranhão realiza turma piloto do programa LideraçãoEvento online reúne representantes do poder público, iniciativa privada e terceiro setor, atuantes no Centro Histórico de São Luís (Divulgação)

São Luís - O Maranhão é um dos três estados brasileiros, juntamente com Goiás e São Paulo, escolhidos pelo Sebrae Nacional para executar o piloto do Programa LIDERAÇÃO, que visa a resolutividade de problemas de um determinado território, como a gerada com os impactos da pandemia do novo Coronavírus, tendo um horizonte de curto prazo. Para a primeira experiência do programa, o Sebrae estadual escolheu como ponto focal o Centro Histórico de São Luís e convidou para fazer parte das discussões 20 representantes do poder público, entidades empresariais e de classe, ONGs, startups e da economia criativa que atuam naquela região.

Esta semana aconteceu o primeiro de uma série de encontros semanais de que serão realizados durante os próximos três meses. Para tanto, o Sebrae utiliza uma plataforma online que favorece a interação dos participantes, a apresentação pelos mesmos das problemáticas do território em análise, as discussões sobre a pauta da reunião, os trabalhos em grupo e as sugestões de soluções.

As reuniões do LIDERAÇÃO são coordenadas pela Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae no Maranhão e conduzidas por uma dupla de facilitadores responsáveis por operacionalizar a metodologia entre os participantes.

“Nós já temos uma experiência significativa com lideranças territoriais desde quando começamos a trabalhar com o Programa LÍDER, entre 2017 e 2018, que é um programa presencial, mais robusto e com a busca de soluções integrativas e a longo prazo, voltando-se para um território mais extenso. Já o LIDERAÇÃO, que é derivado do LÍDER, tem um ponto focal, é idealizado para resolver problemas advindos de um momento específico, como a crise resultante da Covid-19, e busca ações rápidas sustentado no tripé ‘responder, recuperar e superar’, integrando três esferas: pessoas, ambiente de negócios e inovação”, explica o diretor superintendente do Sebrae estadual, Albertino Leal de Barros Filho, um dos participantes do piloto do LIDERAÇÃO.

Metodologia

No encontro desta semana, considerado o marco zero das atividades, os participantes foram apresentados à metodologia. Na prática, o grupo que se debruçará sobre as problemáticas do Centro Histórico da capital maranhense vai deflagrar um processo de mobilização, articulação, planejamento e gestão das iniciativas para superar a crise que se abateu nesse espaço geográfico da cidade que reúne setores como comércio, turismo, economia criativa e inovação.

“Esta é uma nova experiência no Sistema Sebrae, mas estamos confiantes e com grandes expectativas para que este piloto seja exitoso e possamos reproduzir o programa em outros estados do país. Neste grupo aqui do Maranhão estão pessoas que representam o poder público, a iniciativa privada e o terceiro setor de São Luís e que podem mudar a feição do seu município. Ser líder é ser transformador e é isso que o Sebrae busca estimular nos participantes do LIDERAÇÃO, fazendo-os colaborar com a economia local, principalmente com os pequenos negócios”, ressaltou o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, ao falar para os participantes do LIDERAÇÃO Centro Histórico São Luís.

A Associação Comercial do Maranhão, uma das entidades que integram o piloto do LIDERAÇÃO, também tem grandes expectativas quanto ao programa como um fórum de forte mobilização institucional em favor do Centro Histórico de São Luís. “Um território que é o berço da nossa cidade e da formação econômica do Maranhão e um dos grandes diferenciais da capital pelo acervo, riqueza arquitetônica e pelo vigor econômico que precisa ser resgatado, até como forma de preservação. Nossa expectativa é que o programa contemple soluções para dar novo impulso à área, revitalizando o fluxo comercial e, assim, ajudando a minimizar os impactos da crise gerada pela pandemia”, colocou o presidente, Cristiano Barroso Fernandes, comentando que a participação da ACM “é também um tributo à região da cidade que viu nascer a entidade, a mais antiga e tradicional do estado, grande parceira do desenvolvimento local e das boas ações direcionadas a esse objetivo”.

O próximo encontro, que vai marcar o início do programa, efetivamente, acontece na próxima segunda-feira, dia 20, às 15h, trazendo como temática ‘A coesão, integridade e identidade grupal’. De acordo com a programação do LIDERAÇÃO, serão 16 encontros semanais no total e o grupo terá acompanhamento do Sebrae por 18 meses.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte