Alternativo | Homenagem

Erasmo Dibell lança dueto póstumo com Papete

Cantor maranhense disponibiliza nas plataformas digitais o single "Navegante", que estará no disco "Sarará"
21/05/2020
Erasmo Dibell lança dueto póstumo com Papete Erasmo Dibell lançou dueto com Papete (Divulgação)

São Luís - O cantor maranhense Erasmo Dibell lançou um single duplo, com mais duas canções que farão parte do álbum "Sarará", que sai este ano, em dois volumes, pela Saravá Discos. Chega em todas as plataformas digitais “Navegante”, dueto póstumo com Papete, um dos grandes nomes da música maranhense, falecido em 2016; e “Juntinhos”, inédita produzida por Zeca Baleiro e Adriano Magoo, que já pode ser ouvida nas rádios maranhenses desde dezembro de 2019. O duplo single sucede “Intriga”, dueto com a cantora moçambicana Lenna Bahule, lançado em abril.

No início dos anos 1990, Erasmo Dibell venceu o Festival Faber em Imperatriz, no Maranhão, com “Filhos da Precisão”, gravada pouco depois por Papete, o que abriu as portas para a chegada do cantor e compositor na capital São Luís. Desde então, a canção é uma das mais conhecidas de Dibell e teve início a amizade com Papete, que acabou produzindo seu primeiro disco, em 1993.

Os dois formaram ainda o grupo Ouro de Mina, que contava também com Murilo Rego, Rui Mário e Carlos Pial. E foi com o grupo que Papete gravou a composição de Dibell, “Navegante”, o que agora permitiu a recuperação do áudio e o dueto póstumo. “Papete era um amigo irmão, um artista imprescindível”, relembra Dibell.

Músicas

O álbum trará várias releituras da obra de Erasmo, arranjadas e produzidas por Moisés Mota, Marcelo Rebelo e o próprio e mais duas canções inéditas produzidas por Zeca e Adriano Magoo: "São Nunca" e "Juntinhos", esta última recentemente lançada nas plataformas digitais.

O disco contará ainda com as participações de Fagner e Rita Benneditto, que já gravou “Filhos da Precisão”, reggae de viés social de Erasmo Dibell, um dos destaques de seu segundo disco, “Pérolas Aos Povos” (1999). De “Sarará”, Dibell já lançou “Intriga”. Produzida e arranjada por Erasmo Dibell e Zeca Baleiro, a música tem a participação da moçambicana Lenna Bahule nos vocais.

Erasmo Dibell despontou no cenário da música maranhense a partir da primeira metade dos anos 1990. Natural de Carolina (MA), o violonista, intérprete e compositor já foi gravado por vários artistas, entre eles Alcione, Elba Ramalho, Patricia Costa, Rita Benneditto e Papete.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte