Geral | Despedida

Morte de Padre Bráulio Ayres repercute e causa comoção no Maranhão

Segundo a Arquidiocese de São Luís, todas as paróquias deverão celebrar missas em intenção do padre segundo suas agendas
Bárbara Lauria/ O Estado18/05/2020 às 20h30
Morte de Padre Bráulio Ayres repercute e causa comoção no MaranhãoPadre José Bráulio Sousa Ayres (De Jesus / O ESTADO)

São Luís - A morte do padre José Bráulio Sousa Ayres, o padre Bráulio, nesta segunda-feira, 18, causou comoção e tristeza e repercutiu bastante no Maranhão. Inúmeros fiéis, amigos e integrantes da Igreja se pronunciariam lamentando a grande perda. O pároco, que tinha 66 anos e estava internado em hospital da capital, morreu em decorrência da Covid-19. O enterro seguiu os protocolos previstos em casos de morte pela doença.

Padre Bráulio é um importante nome da Igreja católica maranhense. Nascido em Penalva, foi o primeiro pároco da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, no Cohatrac, quando foi criada em 1992 e, atualmente, ele exercia sua função na Paróquia da Santíssima Trindade, na Cidade Olímpica. Segundo a Arquidiocese de São Luís, todas as paróquias deverão celebrar missa em intenção do padre segundo suas agendas particulares.

Em nota, a Arquidiocese declarou que ter sido pega de surpresa, já que as notícias mais recentes sobre a evolução da doença eram bastantes positivas. “A Arquidiocese de São Luís do Maranhão deve muito ao Padre Bráulio. Se pudermos sublinhar uma das suas importantes atuações em favor dela, chamaríamos a atenção pela importância de Padre Bráulio na retomada da formação de novos presbíteros não só para a Arquidiocese de São Luís, mas para todo o Maranhão (…) Estamos todos de luto - sua família de origem (irmãos/ãs, sobrinhos e demais parentes), o presbitério da Arquidiocese de São Luís, a Paróquia Santíssima Trindade. Consolemo-nos mutuamente. Descanse em paz, padre Bráulio. Você foi um grande lutador. Que Deus o acolha em seu seio!”, lamentou a arquidiocese em nota”, ressalta trechos da nota.

Inspiração

O Santuário de Nossa Senhora de Nazaré também se manifestou sobre a perda. “Sua partida, de algum modo, deixa órfão o clero de São Luís, pois para muitos de nós, padres, ele foi mais que promotor vocacional, foi como um pai amigo e conselheiro, além de modelo e inspiração no comprometimento com a missão do Reino de Deus em favor dos pobres.⁣ Agradecemos a Deus todo o bem que padre José Bráulio fez pela diocese de São Luís, pelo Maranhão e por todos os lugares por onde passou. Partiu de entre nós um lutador da causa de Deus, desse mesmo Deus que agora recebe com alegria de braços abertos este servo bom e fiel em seu Reino (cf. Mt 25,23)”.

A Prefeitura de São José de Ribamar, município no qual o padre exerceu sua função por bastante tempo, também prestou suas condolências. “A Prefeitura Municipal de São José de Ribamar lamenta o falecimento, na manhã desta segunda-feira (18), em decorrência da Covid-19, do Padre Bráulio Sousa Ayres, 66 anos. Natural de Penalva, o líder religioso dedicou anos de sua vida à evangelização dos ribamarenses. Nesse momento de tristeza e perda, a Prefeitura se solidariza com a família, amigos e a comunidade católica”, ressalta trechos da nota.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte