Cidades | Lockdown

Vigilância Sanitária atua em barreiras para identificar declarações falsas

A ação está sendo realizada em barreiras que restringem a circulação, como forma de reforçar o cumprimento do lockdown
11/05/2020 às 16h11
Vigilância Sanitária atua em barreiras para identificar declarações falsasFuncionária da Vigilância Sanitária verifica declarações de serviços essenciais em barreira (Divulgação)

A Vigilância Sanitária está acompanhando o trabalho da Polícia Militar nas barreiras realizadas em avenidas da Grande São Luís, para verificação das declarações que liberam condutores e trabalhadores para serviços essenciais.

Durante o lockdown (bloqueio total), iniciado na Região Metropolitana de São Luís desde o dia 5, por determinação da Justiça, somente quem trabalhe em atividade essencial ou precise de serviço essencial pode circular nas vias. Cada trabalhador deve apresentar a Declaração de Serviço Essencial nas barreiras.

As barreiras são instaladas em avenidas para restringir circulação de veículos e está proibido estacionamento na Litorânea, Centro, Espigão e outros locais; foi reduzido o número de pontos de ônibus e realizado bloqueio nas entradas e saídas da Ilha de São Luís.

Quem não cumprir as regras do lockdown estará sujeito a advertência ou multa. Estabelecimentos podem sofrer interdição parcial ou total do estabelecimento. As multas variam de R$ 2 mil (para infrações leves) a R$ 1,5 milhão (para infrações gravíssimas).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte