Cidades | Preocupação

Agressores podem aproveitar isolamento social para abusar fisicamente das companheiras

Ritmo de solicitação de medidas protetivas, em São Luís, continua na média de 10 dias por dia, diz a juíza Lúcia Helena Barros Helluy da Silva, da 2ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar
Nelson Melo / O Estado27/03/2020

Com a pandemia do coronavírus, uma das recomendações é o isolamento social, que se caracteriza pela reclusão da pessoa em sua casa, a fim de evitar o contágio da doença. Essa situação pode induzir muitos homens, com histórico de descontrole emocional, a agredirem suas companheiras, uma vez que eles estão passando mais tempo nos lares. A 2ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de São Luís faz um alerta para que as vítimas não recuem e continuem procurando os órgãos de proteção, que continuam funcionando, apesar do avanço de Covid-19 no Maranhão.

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte