Política | coronaírus

Vereadores destinarão R$ 3,1 milhões para combate à Covid-19 em São Luís

Notícia foi confirmada pelo presidente do legislativo municipal, vereador Osmar Filho
O Estado do MA20/03/2020 às 09h21
Vereadores destinarão R$ 3,1 milhões para combate à Covid-19 em São LuísVereador Osmar Filho, presidente da Câmara Municipal, fez o anúncio da medida (Reprodução)

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), confirmou no fim da noite de ontem (19) que os vereadores da capital decidiram contribuir com R$ 3,1 milhões para ações de combate à expansão do novo coronavírus (Covid-19) na cidade.

O recurso será viabilizado via emenda parlamentar coletiva. Cada um destinará R$ 100 mil.
A iniciativa surgiu a partir de uma proposta do vereador Paulo Victor (Pros).

"Junto com os vereadores decidimos por unanimidade destinar emenda coletiva de R$ 3,1 milhões para o combate do Coronavírus e H1N1. Na terça (24), receberemos a visita do secretário de saúde, Lula Filho, para tratarmos dos recursos e das ações realizadas pela Secretaria”, destacou Osmar Filho no Twitter.

Também nas redes sociais, o titular da Semus agradeceu a iniciativa dos vereadores.

"Conversei com o Presidente da Câmara Ver. @osmarfilhoslz e o Vereador Paulo Victor sobre aporte de recurso para ajudar São Luís no combate ao novo coronavírus. Fiquei feliz que eles conversaram com seus pares e vamos ter emenda coletiva de R$ 3,1 milhões. A cidade agradece”, destacou.

Respiradores

Na quinta-feira, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), já havia anunciado medida parecida do Legislativo estadual: os 42 deputados da Casa decidiram, em conjunto, pela destinação de R$ 2,1 milhões em emendas parlamentares para a aquisição de 50 respiradores.

Cada parlamentar indicará R$ 50 mil para a compra dos equipamentos, que devem abastecer a rede estadual de saúde e ampliar as unidades de terapia intensiva neste momento de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

O chefe do Legislativo maranhense informou, também, que uma parceria com o Governo do Estado garantirá a aquisição de 200 mil cestas básicas, a serem distribuídas conforme a necessidade da população, em especial, aos trabalhadores informais, que devem sofrer as consequências deste período de retração econômica por conta da pandemia.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte