Viaje Mais | Coluna

Lima, a capital mundial da gastronomia

Fundada no século XVI, em 1535, pelo conquistador espanhol Francisco Pizarro, cidade tem muito a oferecer ao visitante
Sheila Dureles, personal travel29/02/2020
Lima, no Peru

Lima é uma cidade vibrante. Aqui você encontra desde igrejas coloniais grandiosas, sítios arqueológicos, museus, parques e praças. Mas, hoje em dia o que leva a massa de turistas a visitá-la é a sua famosa gastronomia, considerada uma das melhores do mundo.

A Cidade

Fundada no século XVI, em 1535, pelo conquistador espanhol Francisco Pizarro como a cidade dos reis. Localiza-se na costa central do Peru às margens do oceano Pacífico.

Lima, no Peru

Gastronomia

A grande estrela da cidade. Em todos os lugares, bares, táxis, elevadores, ruas tem sempre alguém falando deste assunto. O sonho de várias crianças locais é se tornar um grande chef.
A inspiração vem de nomes como Gaston Acúrio, chef renomado, dono do famoso restaurante “strid y Gaston”, que colocou a gastronomia peruana no mapa.

Outros chefs também têm chamado a atenção do mundo para esta cozinha tão peculiar como o chef Virgilio Martínez do restaurante Central que utiliza ingredientes da culinária indígena na preparação de seus pratos.

Para conhecer bem esta gastronomia vá ao bairro de Barranco, reduto de cores, arte e boemia. A animação de seus artistas, seu ar poético. Você pode até pensar que parou no tempo e que foi transportado para algum lugar no passado devido à arquitetura de seu casario. Cercado de bares, artistas de rua, igrejinha, restaurantes renomados. O bairro é um convite a todos para caminhar por suas ruas, tomar um trago e curtir o ambiente local.

Outra opção é Miraflores, excelente local para se hospedar com lindas vistas. Aos fins de semana, os moradores locais e turistas correm para o calçadão de Miraflores - o Malecón, que margeia a falésia da cidade. Tem ainda o Parque do Amor, conhecido por seu muro de mosaicos coloridos exaltando frases de amor de grandes poetas peruanos e a escultura El Beso. A vista do pacífico vai ficar guardada como lembrança para sempre.

Lima, no Peru

Centro histórico

O centro histórico de Lima é o maior da América Latina em extensão. Ele abriga um conjunto de arquitetura colonial desde edifícios do Palácio do Governo, da prefeitura e até do arcebispado. Também a linda catedral inspirada em Sevilha, na Espanha, onde está o túmulo do fundador da cidade, Pizarro. Não deixe de ir também ao Convento de San Francisco.

Museus

Em Lima, há diversos museus, mas listamos os cinco que se você tiver disposição deveria conhecer.

O primeiro que deveria constar em sua lista de prioridades é o Museu Larco. Nele se encontra a coleção de Rafael Larco Herrera um grande filantropo. Seu acervo retrata a história peruana do período pré-colombiano, desde 8000 a.c. até 1532 d.C. O museu fica em um edifício do século XVIII rodeado por jardins que só estes já garantem a visita. O café do museu também é muito bom e vale uma visitinha.

Museu Pedro de Osma

Pedro de Osma Gildemeister passou boa parte de sua vida colecionando objetos do vice-reinado do Peru, período ocorrido entre os séculos XVI e XVIII. Ele reuniu pinturas, esculturas, retábulos, peças de prata, entalhes de pedra e itens marcados pelas tradições andinas, vindos de locais como Cusco e Ayacucho. Tais peças montam a rica coleção deste museu.

Museu de Arte de Lima (Mali)
O Mali é um dos principais museus do Peru, com 4,500 m² de área expositiva. O prédio neorrenascentista que o abriga foi construído entre 1870 e 1871. Algumas de suas salas apresentam exposições permanentes – arte pré-colombiana, têxtil, colonial, prataria, arte dos séculos XIX e XX, fotografia, arte contemporânea e costumbrismo – e outras dão morada às mostras temporárias.

Museu Mario Testino (Mate)
Mario Testino é uma referência no mundo da moda, tendo sido responsável pelas fotografias presentes em diversas capas para a Vogue, Vanity Fair, GQ, dentre tantos outros trabalhos. Em 2012, Testino inaugurou um museu sem fins lucrativos que tem como objetivo dar visibilidade e promover a arte peruana contemporânea. Além de expor suas próprias fotografias, o museu promove exposições temporárias com obras de artistas contemporâneos.

Museu de Arte Contemporáneo (MAC)
O museu foi fundado em 2013 com a finalidade de abrigar a produção do Instituto de Arte Contemporáneo (IAC), que desde de 1955 reúne artistas responsáveis pelo surgimento de novas vanguardas e estilos na arte peruana e latino-americana. O museu, mais que expor uma coleção de arte moderna e contemporânea, promove espaços de discussão, cursos e eventos que difundem a cultura e a educação.

Lima, no Peru

Reserve no mínimo 3 dias para conhecer bem a cidade. Para finalizar o seu passeio na cidade contemple o pôr do sol em Miraflores, de preferência no muro do Parque do Amor e verá que Lima se apresenta e tem tanto brilho que até o sol se põe a deitar a seus pés.

Boa viagem.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte