Política | Tensão

Avião comercial foi derrubado por iranianos, garante fonte de revista

Informação foi dada pela revista Newsweek, com base em depoimento de um oficial do Pentágono e outro oficial de inteligência do Iraque
O Estado do MA09/01/2020 às 17h04
Sistema de mísseis russo Gauntlet é apontado como responsável por queda do avião ucraniano

O avião da Ukraine International Airlines que caiu no Irã logo após decolar do aeroporto de Teerã com destino a Kiev foi derrubado acidentalmente por militares iranianos. A informação foi dada hoje pela revista Newsweek. De acordo com a publicação, um oficial do Pentágono e outro oficial de inteligência do Iraque disseram que o avião caiu após ser atingido pelo sistema de mísseis antiaéreos do Irã. Estava a bordo do avião 176 pessoas, todas morreram.

A aeronave teria sido atingida por um sistema construído na Rússia, conhecido como Gauntlet. A agência Associated Press confirmou a versão com outras fontes militares. Duas pessoas afirmaram ao veículo que é "bastante provável" que a aeronave tenha sido atingida pelo sistema de mísseis antiaéreos do Irã.

O programa antiaéreo do Irã estava ativo após o ataque do país contra bases norte-americanas no Iraque, que aconteceu em resposta ao assassinado do general Qassim Suleimani.

O voo PS752 da Ukraine International Airlines decolou às 6h10 de quarta-feira (23h40 de terça-feira no horário de Brasília) do aeroporto Imã Khomeini, em Teerã, com destino ao aeroporto Boryspyl de Kiev. O Boeing 737 transportava 176 pessoas: 82 iranianos, 63 canadenses, dez suecos, quatro afegãos e três britânicos. Outros 11 eram ucranianos, incluindo os nove tripulantes. Ao menos trinta vítimas eram da região de Edmonton, Canadá, que acolhe uma importante diáspora iraniana.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte