Violência

Premiê do Iraque renuncia em meio a protestos

Manifestações já causaram a morte de 380 pessoas

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h22

IRÃ - O parlamento do Iraque aprovou a renúncia do premiê Adel Abdul Mahdi, mas os protestos contra o governo prosseguem por todo o país.

Multidões frustradas com a situação de alto nível de desemprego no país e serviços públicos insuficientes começaram as manifestações antigoverno no início de outubro. Até agora, 380 pessoas morreram e 16 mil ficaram feridas nos confrontos com as forças de segurança. Abdul Mahdi havia manifestado sua intenção de deixar o poder no mês passado.

Sob os termos da Constituição, o presidente Barham Salih deverá solicitar ao maior bloco no parlamento que indique um candidato para o posto de premiê. Contudo, um processo difícil deverá acontecer, uma vez que o parlamento está congestionado com pequenos partidos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.