PH | COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

14/11/2019

Prometeu e cumpriu
O presidente Jair Bolsonaro fez esta semana o que prometera na semana passada em relação ao seu futuro partidário: anunciou que definitivamente vai deixar o PSL nos próximos dias e que está criando o partido Aliança para o Brasil.
Há um trabalho intenso pela frente para cumprir com as exigências legais para a criação do novo partido.
Com a criação de um novo partido, o presidente resolve dois problemas: dá início a um projeto partidário da estaca zero e, ao mesmo tempo, abre uma janela para deputados insatisfeitos de outros partidos migrarem para a Aliança, sem o risco da perda dos mandatos.
A legislação eleitoral não pune com a perda do mandato deputado que deixa o partido pelo qual foi eleito para migrar para uma sigla recém criada.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte