Esporte | Elogios

Mano valoriza Dudu e histórico do clássico na arena

Sem disfarçar a satisfação na noite desta quarta-feira, o treinador destacou a liberdade dada a Dudu e o retrospecto do Allianz Parque no Choque-Rei
31/10/2019 às 14h11
Mano valoriza Dudu e histórico do clássico na arenaCom Dudu mais livre para articular jogadas ofensivas, o Palmeiras conquistou a oitava vitória sobre o São Paulo no Allianz Parque (Divulgação)

São Paulo (SP) - Da beirada do campo, Mano Menezes viu no clássico contra o São Paulo a melhor atuação do Palmeiras em sua gestão. Sem disfarçar a satisfação na noite desta quarta-feira, o treinador destacou a liberdade dada a Dudu e o retrospecto do Allianz Parque no Choque-Rei.

No primeiro tempo, significativamente superior ao São Paulo, o Palmeiras saiu na frente por meio de Bruno Henrique e aumentou com Felipe Melo. Na etapa complementar, Gustavo Scarpa ainda marcou o terceiro do time alviverde, que perdeu várias chances para construir uma goleada.

“Estamos muito contentes com a atuação. Pela grandeza e importância do jogo, essa é a partida que, no somatório geral, nos deixa mais realizados como time desde que cheguei”, disse Mano, que explicou seu raciocínio em relação a Dudu, um dos melhores em campo.

“Fizemos um posicionamento diferente, com mais liberdade para o Dudu. Como o Reinaldo apoia muito, não podia colocar o Dudu para marcá-lo, porque iria perdê-lo. Dei essa tarefa ao Scarpa. O Dudu ficou mais por dentro, quase como segundo atacante com o Deyverson”, explicou Mano.

Com Dudu mais livre para articular jogadas ofensivas, o Palmeiras conquistou a oitava vitória sobre o São Paulo no Allianz Parque em nove partidas disputadas, já que a outra terminou com empate. No total, o time alviverde marcou um total de 24 gols e sofreu apenas quatro.

“O Palmeiras fez um primeiro tempo muito bom. No segundo, com nossa vantagem, naturalmente o São Paulo arriscaria mais e tivemos alguns contra-ataques. Construímos uma grande vitória para manter o histórico da casa”, disse Mano, em alusão ao retrospecto do Choque-Rei no Allianz Parque.

Com 60 pontos ganhos em 29 partidas, o Palmeiras faz campanha superior a de 2018, ano em que foi campeão. Ainda assim, com sorte, terminará a rodada sete pontos atrás do Flamengo, situação lembrada por Mano Menezes quando questionado sobre Jorge Jesus.

“Não sou analista de treinadores. Os analistas são vocês, mas acho que o trabalho é muito bom. Todos concordam com isso. É tão bom, que, mesmo com uma campanha muito boa, como estamos fazendo, a distância é de sete pontos”, afirmou o palmeirense.

Com 67 pontos, o Flamengo ainda entra em campo para enfrentar o Goiás às 20 horas (de Brasília) desta quinta-feira, no Estádio Serra Dourada. A nove jogos do final do Campeonato Brasileiro, Mano Menezes procura manter o foco no próprio Palmeiras.

“Temos que nos preocupar com a gente, em fazer bem o que temos que fazer. Vamos jogar para nós e para o nosso torcedor, entregar algo que realmente deixe todos felizes na reta final. Depois, podemos somar os pontos. Mas é lógico que o trabalho de lá é extraordinário”, afirmou o técnico.

Pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo para enfrentar o ameaçado Ceará às 19 horas (de Brasília) deste sábado, no Allianz Parque. Na partida pelo primeiro turno, disputada no Castelão, o time alvinegro surpreendeu ao ganhar por 2 a 0.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte