Cidades | Especial / O Estado

Vila Passos: bairro que nasceu da "intervenção" de irmandade

A partir do fechamento do Cemitério dos Passos, pelo poder público, região passou a receber a população que, aos poucos, constituiu um dos bairros mais tradicionais da cidade, e que completa 84 anos neste mês
Thiago Bastos / O Estado17/08/2019

Em abril de 1935, o então prefeito de São Luís, Manoel Vieira de Azevedo, que, de acordo com o pesquisador Benedito Buzar, esteve na gestão da cidade a partir da influência do Poder Executivo do Maranhão, lançou o Edital nº 23, em que a população era notificada do lançamento “de casas de palha” e de telhas, situadas no subúrbio da cidade. Dentre os lugares onde estariam estas habitações, conforme cita Heloísa Reis Curvelo em seu brilhante trabalho, intitulado “Análise Toponímica de 81 Nomes de Bairros de São Luís”, estava a Rua Nova da Vila Passos, no Centro, nos arredores de um “antigo cemitério”.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte