Geral | Eventualidades

Empresa poderá não assumir acidente a caminho do trabalho

Mudança na norma consta em medida provisória do pente-fino no INSS e busca complementar reforma trabalhista; o relator da MP, deputado Paulo Martins (PSCPR), apresentou, ontem, o parecer pela aprovação do texto, mas com alterações à versão original
08/05/2019

BRASÍLIA - O governo usou a MP (medida provisória) do pente-fino no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para propor que não sejam mais consideradas acidente de trabalho aquelas eventualidades que ocorrerem no percurso de casa para a empresa ou no trajeto de volta para a residência. Aliado do presidente Jair Bolsonaro, o relator da MP, deputado Paulo Martins (PSCPR), apresentou, ontem, o parecer pela aprovação do texto, mas com alterações à versão original.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte