Esporte | Polêmica

Bares do Castelão viram alvo de disputa antes de decisão

Diretoria do Papão do Norte alega prejuízo com bares, afirma que administração pertence aos clubes e secretário lamenta modelo de concessão; locatário também reclama
12/04/2019

São Luís - Uma polêmica envolvendo a administração de setores do Estádio Castelão antecede o jogo decisivo da final do Campeonato Maranhense 2019. Ao solicitar a gestão da venda de comida e bebidas no estádio, a diretoria do Moto Club levantou dúvidas sobre a responsabilidade na prestação do serviço oferecido aos torcedores. O presidente do Moto, Natanael Jr., solicitou à Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel) a administração da venda de bebida e comida no estádio para a decisão contra o Imperatriz, neste sábado (13), às 17h, no Estádio Castelão, alegando que está agindo conforme manda o Estatuto do Torcedor. O clube foi além e pede em nota que a administração do estádio, que pertence ao Estado, retire os atuais “locatários” dos bares com seus pertences o mais rápido possível, para que a agremiação possa oferecer aos torcedores produtos de melhor qualidade, bom atendimento e preços justos em todos os seus jogos como mandante.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte