Ecos de Brumadinho

Justiça já bloqueou mais de R$ 13 bilhões da Vale

Ações visam garantir recursos para ressarcimento de pessoas vitimadas por empresa em Minas Gerais

José Linhares Jr

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h26
Dificuldades financeiras batem a porta da maior mineradora do país
Dificuldades financeiras batem a porta da maior mineradora do país (Vale)

Com vistas a garantir recursos para o ressarcimento de prejuízos causados pelo rompimento de barragens e evacuações de moradores em Minas Gerais, a Justiça bloqueou R$ 13,6 bilhões da Vale.

Ações por conta do rompimento na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho(MG), já renderam prejuízos à empresa no patamar de R$ 11 bilhões. A tragédia acontecida em janeiro deste ano resultou em mais de 300 mortes.

O bloqueio mais recente resultou no congelamento de R$ 1 bilhão por conta da evacuação no distrito de São Sebastião das Águas Claras, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Em outra sentença contra a mineradora, a companhia teve R$ 50 milhões retidos por conta dos prejuízos causados com a evacuação na barragem da mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, na região Central de Minas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.