Cidades | MANIFESTAÇÃO

Protesto na Semed deixa trânsito lento no São Francisco

A manifestação de pais de alunos ocorre na manhã desta segunda-feira
OESTADOMA.COM25/02/2019 às 10h56
Protesto na Semed deixa trânsito lento no São FranciscoO trânsito no local ficou congestionado. (Biné Morais / O ESTADO)

SÃO LUÍS - Na manhã desta segunda-feira (25), uma grande quantidade de pessoas, a maioria pais de alunos que não conseguiram realizar a matrícula dos filhos em escolas da rede municipal de São Luís, realizam uma manifestação em frente a Secretaria Municipal de Educação (Semed), que interrompeu o trânsito na avenida Marechal Castelo Branco e ponte do São Francisco.

De acordo com as primeiras informações, os pais que não conseguiram uma vaga encontraram um aviso na porta da Semed informando que eles devem se dirigir até o Ginásio Costa Rodrigues, no Centro, levando a documentação necessária para realização da matrícula.

As aulas nas escolas da rede municipal começaram nesta segunda-feira (25).

Desde a semana passada, pais que ainda não garantiram vaga para o filho em uma das escolas da rede municipal de ensino têm ido à sede da Secretaria em busca de informações.

Em nota enviada ao jornal O Estado, a Semed afirma que ainda há vagas a serem preenchidas e o local de atendimento é no Ginásio Costa Rodrigues.

Veja a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) esclarece que foram oferecidas 21 mil vagas para a rede municipal de ensino, destas 13 mil novas matrículas foram efetuadas e ainda há 7 mil vagas para serem preenchidas, por motivo de os pais não terem aceitado o local de lotação do filho. A Semed informa ainda que, a partir desta terça-feira (26), até a sexta-feira (1º de março) será feito o atendimento aos pais e responsáveis, com atenção aos casos específicos, no Ginásio Costa Rodrigues, no Centro, das 8h às 12h e das 14h às 17h. A Secretaria ressalta também que, em relação à distância no Núcleo Rural, será providenciado transporte escolar para atender a essa demanda. A respeito do ano letivo, a Semed tranquiliza pais e responsáveis, garantindo que irá cumprir os 200 dias letivos assegurados por lei.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte