Prisão

Acusado de homicídio em 2014 é preso na área do São Cristóvão

Policiais da Seic cumpriram ontem uma ordem judicial expedida contra Gilson Carlos Correa Bezerra, pelo crime praticado na Vila Embratel

Ismael Araújo

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h26
Gilson Carlos Bezerra, o Boca, levado ontem para Pedrinhas
Gilson Carlos Bezerra, o Boca, levado ontem para Pedrinhas (Gilson)

SÃO LUÍS - O acusado de homicídio Gilson Carlos Correa Bezerra, o Boca, de 37 anos, foi tirado ontem de circulação durante uma operação realizada no São Cristóvão pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).

O delegado Carlos Alessandro de Assis, superintendente da Seic, disse que Gilson Carlos foi preso em cumprimento de ordem judicial expedido pelo Tribunal de Júri da Comarca de São Luís. Ele é suspeito de ter assassinado a tiros Raimundo Ferreira Filho, no dia 11 de julho de 2014, na Vila Embratel.

O detido foi apresentado na Seic, no Bairro de Fátima, onde prestou esclarecimentos e, em seguida, foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

No 1º Distrito Policial, no centro, foram conduzidos três criminosos suspeitos de terem furtado celulares, principalmente Iphone nos blocos que participavam da prévia de Carnaval, no último fim de semana. Em poder dos criminosos, a polícia apreendeu 40 aparelhos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.