Polícia | Criminalidade

PMs acusados por extorsão são investigados por outros crimes

Os soldados Nascimento e Pádua Santos estão sendo acusados de agirem de forma ilegal com pessoas que pegaram dinheiro jogados por bandidos no assalto ao Banco do Brasil, em Bacabal
Ismael Araújo29/01/2019

SÃO LUÍS A Polícia Civil informou, ontem, que há possibilidade de haver mais moradores de Bacabal vítimas de extorsão e ameaças de morte feitas pelos soldados Túlyo de Pádua Santos Ribeiro e Antônio Ednaldo Mendes do Nascimento, lotados no 23º Batalhão da Polícia Militar, em São Mateus. De acordo com a polícia, os militares, em companhia de um homem, cujo nome não foi revelado, teriam agredido física e psicologicamente, além de praticarem violência sexual a um casal, na madrugada do último dia 26, e queriam R$ 800 mil. Essas vítimas supostamente teriam recolhido dinheiro do assalto na Central de Distribuição do Banco do Brasil de Bacabal, ocorrido no dia 25 de novembro do ano passado.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte