Polícia | Violência

18 agências bancárias foram alvos de criminosos este ano no Maranhão

Uma das últimas ocorrências atingiu o caixa eletrônico do Banco do Brasil, instalado em prédio da Caema; este mês, foram cinco assaltos a bancos
Ismael Araújo/ O Estado30/10/2018
18 agências bancárias foram alvos de criminosos este ano no MaranhãoCaixa eletrônico instalado em prédio da Caema, em São Luís, ficou danificado após ação dos criminosos (caixa Banco do Brasil assalto)

SÃO LUÍS - Dezoito agências bancárias já foram assaltadas este ano no Maranhão e cinco casos ocorreram somente neste mês. A polícia até ontem não havia efetuado a prisão dos dois criminosos acusados de terem feito reféns dois vigilantes e arrombado um caixa eletrônico do Banco do Brasil, instalado na sede da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), no centro da capital, ocorrido no último domingo.

O delegado Carlos Alessandro de Assis informou que no período da manhã de ontem (29) peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) foram até a sede da Caema, onde realizaram uma perícia. Também estiveram no local policiais do Departamento de Combate a Roubo a Instituições Financeiras (Decrif), órgão da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), com o objetivo de obter mais informações sobre essa empreitada criminosa.

Ainda segundo o delegado, no dia do assalto os bandidos, armados, conseguiram pular um dos muros da Caema sem chamar a atenção de populares e renderam os vigilantes. Logo após, eles arrombaram o caixa eletrônico utilizando um maçarico e fugiram levando uma quantia em dinheiro. “Há possibilidade de haver mais criminosos envolvidos nesse assalto, e a polícia já começou a investigar”, declarou o delegado.

Outras ocorrências
Apenas no último dia 4 ocorreram três assaltos a bancos e somente na cidade de Araioses foram duas agências explodidas por quadrilheiros. De acordo com a polícia, um bando fortemente armado conseguiu explodir o Banco do Brasil e o Bradesco dessa cidade e ainda crivou de balas a delegacia e o destacamento da Polícia Militar. Os bandidos, durante a fuga, atearam fogo em um veículo para impedir a ação policial. O valor roubado não foi revelado.

Araioses ficou sem banco. Os sinais de destruição eram visíveis nas agências bancárias explodidas. No Banco do Brasil, no local da porta da frente, ficou apenas um grande buraco. O telhado despencou e estilhaços de vidro estavam espalhados pelo piso e pela calçada. Era possível encontrar dinheiro queimado dentro do cofre arrombado pelos bandidos. O Bradesco também ficou destruído.

Os moradores tiveram que se deslocar até os municípios vizinhos para realizar transações bancárias, como saques, depósitos e pagamento de contas de água e energia.
Ainda nesse dia, os bandidos atacaram a Caixa Econômica Federal, localizada na Avenida São Luís Rei de França, no bairro do Turu, na capital. A polícia informou que os criminosos conseguiram fazer um buraco no muro dos fundos do prédio e tiveram acesso à parte interna. Mas deram azar, já que o alarme disparou.

Os criminosos fugiram sem levar nenhuma quantia em dinheiro e abandonaram o material, que seria utilizado na ação criminosa. Maçarico, picareta e martelo foram encontrados pela polícia. Esse foi o segundo caso de assalto a banco no Turu durante este ano. No dia 20 de março, o Banco do Brasil, localizado na mesma avenida, foi arrombado, e os assaltantes levaram o dinheiro do cofre.

No dia 11 deste mês, o alvo dos criminosos foi a Caixa Econômica Federal da cidade de Timon. De acordo com a polícia, eles explodiram essa agência bancária, como ainda trocaram tiros com militares e espalharam “miguelitos” pelas ruas, para dificultar o trabalho dos policiais.

Números

18 bancos já foram alvos de bandidos durante este no ano no estado

5 assaltos a agências bancárias ocorreram somente neste mês

Cronologia dos assaltos aos bancos durante este ano no Maranhão

Dia 4 de janeiro: Banco do Brasil de Zé Doca

Dia 18 de janeiro: Bradesco de Senador Alexandre Costa

Dia 26 de janeiro: Banco do Brasil de Dom Pedro

Dia 16 de fevereiro: Banco do Brasil de São Mateus

Dia 28 de fevereiro: Bradesco e Banco do Brasil de Aldeias Altas

Dia 6 de março: Bradesco de Brejo

Dia 20 de março: Banco do Brasil do bairro Turu

Dia 17 de abril: Bradesco de Cândido Mendes

Dia 7 de julho: Bradesco de Água Doce

Dia 9 de julho: Banco do Brasil de Santa Rita

Dia 1 de agosto: Bradesco de Buriticupu

Dia 6 de setembro: Banco do Brasil de São Luís Gonzaga

Dia 4 de outubro: Banco do Brasil e Bradesco de Araioses e Caixa Econômica de São Luís

Dia 11 de outubro: Caixa Econômica de Timon

Dia 28 de outubro: Banco do Brasil em São Luís (Caema)

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.