COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h28
O CANTOR Alessandro Batista é a grande sensação deste sábado em Barreirinhas com um show de músicas italianas integrando o Festival Mangia Bene promovido pelo Gran Lençóis Flat Residence. Será um mix de alta gastronomia preparada por um chef daquele país, ao som dos grandes e imortais sucessos da música italiana como Roberta, Al di Lá, O Sole Mio, Torna a Surriento, Il Mondo, Volare, entre outras
O CANTOR Alessandro Batista é a grande sensação deste sábado em Barreirinhas com um show de músicas italianas integrando o Festival Mangia Bene promovido pelo Gran Lençóis Flat Residence. Será um mix de alta gastronomia preparada por um chef daquele país, ao som dos grandes e imortais sucessos da música italiana como Roberta, Al di Lá, O Sole Mio, Torna a Surriento, Il Mondo, Volare, entre outras

Acesso à cultura
O escritor Monteiro Lobato disse que “um país de faz com homens e livros”. E por isso, nada mais louvável do que o projeto literário do autor Wilson Marques, “Caravana – Passeios pela História e Cultura do Maranhão”, que terá sua terceira edição lançada na próxima
quinta-feira, dia 4, na Livraria do Autor Maranhense / AMEI no
São Luís Shopping.
Trata-se de um projeto itinerante e relevante para democratizar o conhecimento sobre a história e a cultura maranhenses entre alunos de escolas públicas de 14 municípios.
Além da sensibilização e formação de leitores, esse projeto disponibiliza livros e arte para comunidades distantes, e que, em muitos casos, estão quase
excluídas do acesso à cultura.

O ESCRITOR maranhense Wilson Marques, premiado internacionalmente, lança projeto literário itinerante que vai percorrer escolas públicas de 14 cidades maranhense, levando livros e conhecimentos sobre a rica história e a cultura maranhenses
O ESCRITOR maranhense Wilson Marques, premiado internacionalmente, lança projeto literário itinerante que vai percorrer escolas públicas de 14 cidades maranhense, levando livros e conhecimentos sobre a rica história e a cultura maranhenses
AS ADVOGADAS Tayssa Mohana, Cláudia Bulcão, Talyta Ribeiro e Carolina Berthier, que prestigiaram o seminário sobre o tema “Resolução de Conflitos na Administração Pública”, realizado no auditório da Fiema com a participação de renomados advogados e procuradores do Maranhão e de outros estados brasileiros
AS ADVOGADAS Tayssa Mohana, Cláudia Bulcão, Talyta Ribeiro e Carolina Berthier, que prestigiaram o seminário sobre o tema “Resolução de Conflitos na Administração Pública”, realizado no auditório da Fiema com a participação de renomados advogados e procuradores do Maranhão e de outros estados brasileiros

Na Bahia
Salvador sediou, na última segunda-feira, o “Colóquio Paradiplomacia nos Entes Federados”, no Auditório
Paulo Spínola.
A experiência do Maranhão foi compartilhada, logo na abertura, pelo procurador geral do Estado, Bruno Tomé Fonseca, que participou como debatedor, e pelo também procurador Miguel Pereira.
Entre outras coisas, duas palestras movimentaram o Colóquio, sendo uma sobre o tema “Globalização, Cooperação Internacional e Infraestrutura” e outra sobre “Experiências em
Paradiplomacia: a Fundação
Escola de Governo – Ena’Brasil, do Estado de Santa Catarina”.

Mídias e lacre
O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão deu início ao processo de geração de mídias e de carga e lacre das 19.752 urnas eletrônicas que serão utilizadas no dia 7 de outubro.
Os eventos são públicos e regidos por editais próprios, afixados em cada zona eleitoral.
Gerar mídias consiste, basicamente, em copiar dados dos candidatos, eleitores e demais tabelas, bem como os programas que foram lacrados pelo TSE para as mídias (espécie de pendrive) para, posteriormente, carregarem
as urnas eletrônicas.

Literatura de Cordel
A literatura de cordel foi transformada em patrimônio cultural do Brasil. A decisão foi tomada pelo Conselho Consultivo
do Patrimônio Cultural - órgão colegiado de decisão máxima do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).
A literatura de cordel tem origem nas regiões Norte e Nordeste e foi disseminada em todo o
país por migrantes.
Segundo o Ministério da Cultura (Minc), é uma expressão cultural que “revela o imaginário coletivo, a memória social e o ponto de vista dos poetas” sobre “acontecimentos vividos ou imaginados”.
O conselho também terminou o tombamento nacional do acervo do artista sergipano Arthur Bispo do Rosário, formado por 805 peças.

Doador de órgãos
Para conscientizar a população sobre a importância da doação de órgãos, a Faculdade Estácio uniu-se à Central
de Transplantes do Maranhão em mais uma edição da campanha nacional “Setembro Verde”, que terá o auge hoje, Dia Nacional do Doador de Órgãos. Os alunos farão várias atividades educativas durante toda a manhã no auditório da instituição de ensino. Este mês ficou conhecido como “Setembro Verde” por causa da cor que representa a esperança, sentimento que motiva e impulsiona parentes de pessoas que precisam de uma doação para sobreviver.

TRIVIAL VARIADO
É constante o surgimento de candidatos em eleições majoritárias que, mesmo tendo percentual zero, garantem que vencerão no 1º turno. Sem perda de tempo, redigem o discurso de posse e vão ao alfaiate tirar as medidas do terno
para a solenidade.

Se a eleição fosse hoje, o campeão de votos no Brasil para governador seria Camilo Santana (PT-CE), que, segundo o Ibope, teria 86% dos votos válidos. O candidato do senador Tasso Jereissati, General Teóphilo (PSDB), tem apenas
6% das intenções de voto.

Como o brasileiro tem memória curta, Fernando Haddad já está sendo visto por representantes do setor financeiro com o homem que surgiu na hora certa para “renovar” o PT, depois que seus principais líderes, entre eles o ex-presidente Lula, foram parar na cadeia.

É visível o desânimo dos tucanos do Maranhão em relação à possibilidade de Geraldo Alckmin (PSDB) passar para o 2º turno da eleição presidencial. Ele talvez seja o “homem certo” na hora errada, pois também é palpável o enfraquecimento do PSDB em SP.

Há menos que ocorra um “tsunami”, o 2º turno será disputado por Haddad (PT) e Bolsonaro (PSL). O petista herdaria a maioria dos votos de Ciro (PDT), Marina (Rede) e Boulos (PSOL), e Bolsonaro os de Alckmin (PSDB), Meirelles (MDB) e Álvaro Dias (Podemos).

Aos 85 anos, o cartunista e escritor Ziraldo sofreu um AVC hemorrágico ontem e precisou ser levado às pressas para o hospital. Ele está em estado grave e recebendo cuidados no Centro de Terapia Intensiva do Hospital
Pró-Cardíaco.

Hoje é dia de festejar um amigo muito especial: o sempre elegante e cordial empresário José Walter Maciel. Ele é um dos felizes aniversariantes desta quinta-feira e almoça com amigos na Oak Wine.

DE RELANCE

Contas de candidatos
No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), há um sistema de divulgação de candidaturas e prestação de contas. É o DivulgaCandContas. Qualquer pessoa pode consultar e verificar a situação de cada concorrente. Ali é possível ver quem são os doadores, financiadores e fornecedores das candidaturas. O portal mostra, a partir de relatórios, informações sobre o financiamento das campanhas. É onde a sociedade pode ver de forma transparente o controle dos recursos arrecadados
e os gastos realizados.

Contas de candidatos 2
A propósito: se o eleitor achar que existe alguma irregularidade, pode fazer denúncia eleitoral no site do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), que encaminha diretamente ao Ministério Público Eleitoral. Além de recursos públicos, dos fundos partidários e eleitoral, os candidatos nas eleições de 2018 têm outras formas de bancar a propaganda. O Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu as doações de empresas, mas seguem permitidas as contribuições de pessoas físicas. E o TSE liberou a possibilidade de autofinanciamento, ou seja, os políticos que tiverem condições podem custear com dinheiro próprio suas campanhas. Há
ainda as vaquinhas online.

Todos são iguais
A legislação exige que os veículos deem espaços idênticos a todos os candidatos a cargos majoritários nos noticiários. Por isso, são acompanhados por repórteres e precisam ter declarações na ponta da língua. Não poupam nada ao dar asas à imaginação. Quem reunir tudo o que prometem verá o desenho de
um país de primeiríssimo mundo.

Vão desencalhar
Um dos tabus no país é que o patrimônio público não pode ser vendido. Com déficit crescente, o INSS decidiu deixar os teóricos de lado e vender 3 mil e 800 casas, apartamentos, lojas e terrenos que têm. Estão fechados, abandonados, invadidos ou alugados por valores irrisórios. Governo não é imobiliária. A expectativa é de obter 6 bilhões de reais. O mesmo caminho será tomado com imóveis da Rede Ferroviária Federal, extinta há 19 anos. A arrecadação prevista é de 1 bilhão
e 400 milhões de reais.

Esperteza e má-fé
Na propaganda de rádio e TV, a Justiça Eleitoral deveria exigir das coligações clareza na identificação da autoria, principalmente quando se trata de ataques aos adversários. Esconder os aliados em letras minúsculas na TV ou acelerar a leitura dos partidos da coligação para que o ouvinte só escute blá-blá-blá pode ser visto como esperteza de marqueteiros, mas tem outro nome: má-fé.

Herói da Pátria
Pode parece mentira, mas não é. Câmara e Senado aprovaram este ano, sem nenhum voto contra, o projeto que inscreve o nome de Miguel Arraes no Livro dos “Heróis da Pátria”, honraria a que tiveram direito até agora Dom Pedro I, Tiradentes, Zumbi dos Palmares, Ana Néri, Joaquim Nabuco e Santos Dumont. O projeto foi de autoria da bancada federal do PSB como forma de homenagear o centenário de nascimento do ex-governador de Pernambuco, que transcorreu em 2016.

Site de intelectuais
Artepensamento é uma plataforma gratuita que lembra a Netflix, porém composta de textos e entrevistas. São 315 ensaios de 124 autores 00 textos no site. Segundo Adauto Novaes, idealizador do Artepensamdiferentes - entre eles, Jorge Coli, Paulo Leminski, Celso Lafer, Eugênio Bucci, Maria Rita Kehl, Marilena
Chaui e Francis Wolff.

Site de intelectuais 2
O site, que já está no ar (artepensamento.com.br), teve a primeira fase bancada pelo Instituto Moreira Salles. Depois, o objetivo é disponibilizar, ao todo, 8ento, a função da plataforma é trazer reflexão para o meio digital, que, devido ao excesso de informação disponibilizada, “afasta a possibilidade da reflexão”. Além disso, quis dar tração ao legado dos ciclos de palestras que ele organiza há mais de três décadas.

Para escrever na pedra:
“Aquele que critica um elogio feito a outrem, esta sendo consumido pela inveja, pois queria para ele aquela honraria”. De Ivan Teorilan.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.