BURACO

Cratera prejudica tráfego e oferece risco de acidentes

Problema começou há cerca de dois meses, após um vazamento de água, na Avenida dos Franceses

MONALISA BENAVENUTO / O ESTADO

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h28
Buraco gera perigo de acidentes na Avenida dos Franceses
Buraco gera perigo de acidentes na Avenida dos Franceses (buraco franceses)

Uma cratera, formada há cerca de dois meses, em frente ao Hospital da Criança e à Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária de São Luís, na Avenida dos Franceses, no bairro Alemanha, vem prejudicando o tráfego da via. Quem precisa passar constantemente pelo local teme o risco de acidentes que a situação oferece.

De acordo com Gilson Carlos, vendedor ambulante que atua na área, os problemas começaram após um vazamento de água em outro trecho da avenida. “A força da água acabou formando o buraco e, com o tempo, só piorou”, contou. Segundo ele, várias solicitações foram feitas à Prefeitura de São Luís para que a fissura no asfalto fosse reparado, mas os serviços que chegaram a ser prestados foram ineficientes.

“Da primeira vez que arrumaram, quer dizer, jogaram um material aí, fizeram uma espécie de concretagem. Mas na primeira chuva que deu, tirou tudo. Na segunda vez em que vieram, só jogaram umas coisas em outro buraco que tinha em frente ao ponto de ônibus, mas nessa aí não fizeram mais nada. Devem ter deixado para o ano que vem”, informou o ambulante.

O buraco, que ocupa metade da pista, já causou diversos acidentes no local. Em um deles, um veículo acabou perdendo o controle e colidiu com o poste. Um ônibus também já amedrontou quem esperava pelo transporte público. “O motorista não conseguiu desviar do buraco, acabou subindo a calçada e por pouco não atingiu ninguém. O susto foi grande”, contou Gilson Carlos.

O problema dificulta, principalmente, o tráfego de ônibus na avenida, já que o buraco fica na faixa da direita da via, o que atrapalha usuários do transporte público. Fabrício Costa é um deles. Ele relatou que os veículos acabam não parando no ponto de ônibus. “Às vezes, os ônibus nem param. Eles precisam desviar do buraco e, para não atrapalhar o trânsito, passam direto”, explicou.

A situação também é complicada para os condutores, principalmente de ônibus. Para Antônio Santos Moraes, o problema é grave. “Além de causar congestionamento, nos horários de maior fluxo a gente não tem escolha e tem de passar pelo buraco mesmo. Quando quebra alguma peça, precisamos tirar do bolso para repor”, esclareceu.

O Estado manteve contato com a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, para questionar quais providências estão sendo tomadas para solucionar o problema, mas até o fechamento desta edição não obteve retorno.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.