Cidades | Segurança

Manutenção dos postes é carga compartilhada, aponta Cemar

Segundo a companhia, custo médio anual pela substituição de estruturas comprometidas após acidentes de trânsito supera R$ 1 milhão; de 1º de janeiro a 22 de outubro deste ano, já foram registrados 283 acidentes com postes na Ilha
Thiago Bastos / O Estado26/10/2017

Ao contrário do pensamento popular, que aponta a responsabilidade pela manutenção da rede elétrica apenas para a distribuidora, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) alerta para a divisão de atribuições no custeio das estruturas de distribuição de energia. Atualmente, além da companhia, a rede de fios e postes também é gerenciada por empresas do setor de comunicação, de fornecimento de internet e, no caso de São Luís, o poder público.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte