Cidades | Feriadão

Viagens de ferry-boat para o feriado estão quase esgotadas

Diariamente, são realizadas 12 viagens de Ponta da Espera/Cujupe e Cujupe/Ponta da Espera; com maior demanda, costumam ser disponibilizadas viagens extras
02/09/2017
PRF instensificará fiscalização das condições dos veículos, equipamentos como pneus e limpadores de para-brisa e documentação veicular

SÃO LUÍS - Durante o feriadão da Independência do Brasil e Fundação de São Luís, muita gente vai aproveitar os dias de folga para viajar e descansar, sobretudo nas cidades do interior do estado. Os municípios da Baixada Maranhense têm a preferência da maioria da pessoas. Mas quem pretende viajar deve se apressar, porque no terminal de passagens de ferry-boat já há datas com bilhetes esgotados. No Terminal Rodoviário de São Luís, a demanda também será grande.

No terminal de passagens de ferry-boat, o movimento é intenso no posto de venda da Avenida Senador Vitorino Freire, na Areinha. O dia mais procurado é a quinta-feira, 7, para a ida, e os domingos, 10 e 17, para a volta. E já não há mais passagens disponíveis para o dia 7 para a travessia Ponta da Espera (São Luís)-Cujupe (Alcântara). Para o dia 8, há passagens disponíveis para os horários das 3h, 6h, 16h e 18h.

Entretanto, como é de costume, se houver necessidade, as duas empresas que fazem o transporte de passageiros entre os terminais da Ponta da Espera, em São Luís, e do Cujupe, em Alcântara, devem ofertar viagens extras, que vão depender da capacidade de cada empresa em atender à demanda que for para a fila de espera na Ponta da Espera, da programação normal de viagens, além das condições de segurança.

Diariamente, são realizadas 12 viagens no sentido Ponta da Espera-Cujupe e Cujupe-Ponta da Espera. Porém, em dias com maior demanda de passageiros, a exemplo dos feriados, costumam ser disponibilizadas viagens extras, com horários previamente estabelecidos. Somadas às do cronograma regular podem somar até 20 viagens.

Com viagens diárias nos Terminais de Passageiros de Ponta da Espera, em São Luís, e de Cujupe, no município de Alcântara, os ferry-boats transportam passageiros, ônibus, caminhões e veículos leves. O sistema atual de transporte de ferry-boat liga a Ilha de São Luís com a Baixada Maranhense e a Região Norte do país.

Muitas pessoas também devem viajar por terra. Por essa razão, algumas empresas que prestam o serviço de transporte intermunicipal, no Terminal Rodoviário de São Luís, já solicitaram viagens extras para atender à demanda, sobretudo na quinta-feira. É o caso da Guanabara. “Solicitamos oito ônibus extras para a quinta-feira e a sexta-feira, que são os dias de maior movimento de passageiros, e todos já estão praticamente cheios”, informou Hildener dos Santos, vendedor do guichê da empresa no terminal.

LEIA TAMBÉM:

Rotina de São Luís muda com feriadão da próxima semana

Movimento

Outra empresa que solicitou viagens extras para os dias de maior movimento foi a Açailândia, que fará viagens a mais para as cidades de Imperatriz e Barra do Corda na quinta-feira. “Até agora, solicitamos apenas dois ônibus extras. Muita gente deixa para comprar a passagem de última hora. Então, acredito que o movimento irá crescer até o fim da semana”, disse a vendedora Márcia Alves.

Também está na expectativa de melhora na procura por viagens a empresa Cisne Branco. A empresa faz o transporte de passageiros para mais de 30 destinos no interior do estado. “Até a procura antecipada foi um pouco mais baixa este ano”, ressalta o vendedor Paulo Sérgio Garcês.

Movimentação no terminal rodoviário: devem ser solicitadas viagens extras, para atender à demanda

O fluxo de passageiros no Terminal Rodoviário de São Luís é de cerca de 60 mil pessoas por mês, mas esse número costuma aumentar durante feriados prolongados. Porém, não é isso o que vem sendo observado até este ano. Durante o período carnavalesco, o movimento também foi menor que em anos anteriores. Em períodos de feriados prolongados, aumentam os embarques rumo a cidades como Bacabal, Pinderé, Balsas, Imperatriz e Barra do Corda, no interior do Maranhão. Em outros estados, cidades como Teresina e Parnaíba (PI), Belém (PA), Recife (PE) e Fortaleza (CE) estão entre os destinos mais procurados.

Estrada

Quem for viajar no seu próprio carro rumo ao interior do Maranhão, saindo de São Luís pela BR-135, deverá ficar atento à legislação de trânsito. É que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificará a fiscalização nas rodovias federais que cortam o estado a partir do dia 7. O trabalho visa intensificar a segurança nas BRs e dar mais fluidez ao trânsito nos trechos de maior demanda.

Com o feriado prolongado por conta da comemoração dos 405 anos de São Luís, o fluxo na BR-135, especialmente na entrada e saída da capital, poderá apresentar gargalos, lentidões e engarrafamentos. E para minimizar tais efeitos, a PRF disponibilizará uma maior quantidade de policiais nesse trecho. Dependendo do movimento na ida e no retorno do feriado, a PRF poderá realizar a qualquer momento a contenção de fluxo oposto, que consiste em fechar por até uma hora o fluxo menos intenso de veículos para facilitar a maior demanda.

Os condutores devem estar atentos ao farol, pois desde o dia 8 de julho de 2016 veículos que trafegam pelas rodovias brasileiras precisam usar os faróis acesos, inclusive durante o dia. O condutor não precisa ser abordado para ser multado por trafegar com os faróis apagados, já que esta é uma infração que está à vista do policial. As equipes da PRF estarão fazendo fiscalização normalmente, verificando embriaguez ao volante, o controle de velocidade por meio de radares portáteis e a fiscalização de ultrapassagens indevidas.

A PRF também fiscaliza as condições dos veículos e equipamentos como pneus e limpadores de para-brisa, documentação veicular e do condutor, o uso dos dispositivos de segurança e retenção, especialmente cinto de segurança, para todos os ocupantes do veículo, as ultrapassagens irregulares, inclusive as realizadas pelo acostamento da via, o uso do capacete para os ocupantes de motocicletas e motonetas, etc.

Para quem decidiu viajar no feriadão, a PRF considera fundamental planejar a viagem e recomenda verificar a existência de pontos de parada para descanso no caminho, por exemplo. O motorista também precisa ficar atento quanto à revisão do veículo, checar se a documentação do carro está em dia, assim como sempre utilizar o cinto de segurança - obrigatório para todos os ocupantes do automóvel, inclusive no banco de trás.

NÚMEROS

60 mil
pessoas é o fluxo de passageiros em dias normais no Terminal Rodoviário de São Luís
50%
é o aumento médio do número de veículos que saem de São Luís pela BR-135 em feriados prolongados
7
rodovias federais cortam o Maranhão

SAIBA MAIS

Apesar de ser a data em que é celebrada a fundação de São Luís, que ocorreu em 8 de setembro de 1612, por franceses, o dia também é conhecido como feriado municipal da Natividade de Nossa Senhora.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.