Esporte | Campeão

Sampaio vence o Cordino e conquista o 33º título do Estadual

Times fizeram decisão no estádio Frei Epifânio, na cidade de Imperatriz
Heider Matos/ Imirante.com29/06/2017 às 22h15
Sampaio vence o Cordino e conquista o 33º título do Estadual No primeiro confronto da decisão o Sampaio venceu por 2 x 1 (Biné Morais / O ESTADO)

IMPERATRIZ – O Sampaio Corrêa conquistou o seu 33º título de Campeão Maranhense. A conquista veio a pós duas partidas contra o Cordino. No primeiro embate, vitória Tricolor pelo placar 2 a 1. O time da capital precisava apenas de um empate simples para sagrar-se campeão, mas fez muito mais que isso. Venceu o bravo time da Onça de Barra do Corda pelo placar de e levantou mais um caneco do Estadual.

Os gols marcados na etapa inicial tiveram a colaboração e erros individuais dos jogadores. No gol do Cordino, Fredson tentou afastar a bola a após jogada do craque Ulisses e marcou contra. Isac marcou o gol de empate para o Sampaio. Da Silva atrapalhou-se ao tentar dominar a bola e mandou a bola contra o próprio patrimônio, foi a virada do Sampaio.

À frente do marcador o Sampaio voltou para a segunda etapa à vontade. Já o Cordino, parecia ter sentido os gols. A Bolívia Querida perdeu a oportunidade de ampliar o placar logo no início do segundo tempo. Eduardo Alves se agigantou e defendeu a cobrança de pênalti de Isac.

Com gols marcados na primeira etapa o Sampaio venceu o Cordino pelo placar de 2 a 1 e conquistou o Estadual de 2017

O Jogo

Dois minutos foram o suficiente para o Cordino abrir o marcador no Estádio Frei Epifânio da Abadia, em Imperatriz. César Sampaio cometeu falta em Ulisses na entrada da área. Pedro Gusmão cobrou falta, Fredson tentou afastar a bola, mas desviou e marcou gol contra. Cordino 1 Sampaio 0.

Após o gol, a Onça continuou no ataque pressionando o time do Sampaio Corrêa, mas foi o Bolivão que chegou ao gol. Felipe Marques, aos nove minutos, disparou em velocidade pela lateral direita, cruzou para Isac empatar a partida. Cordino 1 Sampaio Corrêa, também, 1.

No final da primeira etapa, o Sampaio foi pra cima e pressionou o time do Cordino e teve duas boas oportunidade de gol, com Diego Silva e Hiltinho. Aos 35 minutos, Diego Silva recebe na entrada da área e arriscou o chute, e o goleiro Eduardo Alves defendeu. Três minutos depois Hiltinho invadiu a área e chutou, a bola desviou na defesa e saiu com perigo pela linha de fundo.

O gol da virada veio ao 39 minutos. Felipe Marques cruzou, Da Silva tentou dominar e marcou contra. Cordino 1 Sampaio 2. Ao 44, por muito pouco a Bolívia Querida não ampliou o marcador. Felipe Marques foi lançado, o gol estava vazio, sem goleiro, mas chutou por cima do gol.

O Cordino sentiu os gols e isso se refletiu em campo. O time não era mais o mesmo e não conseguiu manter a mesma intensidade do início da partida. O segundo tempo começou com o Sampaio pressionando seu adversário. Aos cinco minutos, Hiltinho recebeu a bola de Isac e chutou livre, mas bola subiu demais. Ao 13, pênalti para o Sampaio. Alison tentou tirar a bola da área, mas conduziu a bola com a mãe, penalidade marcada. Na cobrança, Eduardo Alves defende a cobrança feita por Isac.

Aos 31 minutos, Hiltinho cobrou falta no canto, Eduardo Alves se esticou e fez a defesa. O Cordino chegou com perigo aso gol o Sampaio somente aos 32 minutos. Jocivan chutou de fora da área, a bola passou por cima do gol defendido por Alex Alves.

Antes de ser substituído, aos 41 minutos, Hiltinho passou a bola para Felipe Marques, a bola novamente passou com perigo pelo gol de Eduardo Alves.

Fim de jogo em Imperatriz. Sampaio Campeão Maranhense de 2017.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte