Polícia | Criminalidade na Região Metropolitana

Quatro mortes violentas na Grande Ilha em menos de 24 horas

De acordo com a polícia, as vítimas foram alvejadas por arma de fogo e arma branca. Os casos são investigados.
Thiago Bastos / O Estado 13/05/2017 às 09h57
Quatro mortes violentas na Grande Ilha em menos de 24 horas

Quatro mortes violentas foram registradas na Grande Ilha em menos de 24 horas. De acordo com o plantão do Instituto Médico Legal (IML), além destes assassinatos, também houve o registro de um corpo vítima de afogamento.

O último corpo a dar entrada, ainda na madrugada de hoje (13) foi o de João Antônio Baldez, de 29 anos. Segundo informações da polícia, a vítima morava no Itapera e teve um relacionamento amoroso extra-conjugal, o que teria motivado o crime. A polícia investiga o caso.

Antes, deu entrada o corpo de Thalyson Jorge Cruz, de 27 anos, oriundo do Parque Vitória. De acordo com o IML, ele - em companhia de outras duas pessoas - tentou assaltar a residência de um policial militar no bairro, cuja identidade não foi revelada. Ao reagir, o PM matou Thalyson e conseguiu prender outro homem (de nome não revelado). A terceira pessoa envolvida na tentativa de roubo conseguiu fugir e até o momento, não foi capturada.

Ainda no início da noite de sexta-feira (12), deu entrada o corpo de Carlos Alberto Santos Lopes, de 26 anos. Segundo a polícia, o corpo é oriundo da Janaína e a vítima faleceu no Socorrão II. Não há mais informações sobre o crime.

Por fim, na sexta-feira (12), o IML removeu o corpo de Sandro Vagner Lopes, de 24 anos, morador do São Cristóvão. De acordo com a polícia, dois indivíduos se aproximaram da vítima e desferiram tiros contra a mesma. A polícia investiga o caso.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte